Disparo em massa de SMS pró-Bolsonaro feita por empresa ligada ao Governo do Paraná é investigada

Texto da mensagem diz que “vai dar Bolsonaro no 1° turno” e que ele “conta com todos” para “invadir congresso e STF” se der LULA

A Associação Data Privacy Brasil de Pesquisa vai entrar com uma representação urgente no Ministério Público cobrando investigação de denúncias sobre disparos em massa de SMS a favor do presidente Jair Bolsonaro (PL). Os disparos ocorreram na manhã deste sábado (24/9) e saíram de um número de telefone de uma empresa de tecnologia de informação do Governo do Paraná“, diz matéria na Folha de S. Paulo.

Segundo o texto da publicação no jornal, “os disparos foram relatados por diversas pessoas” e “a mensagem diz” que “vai dar Bolsonaro no primeiro turno! Senão, vamos a rua para protestar! Vamos invadir o congresso e o STF! Presidente Bolsonaro conta com todos nós!!

Naquele estado, representantes do governador Ratinho Júnior, que apoia o presidente, afirmam que o governo” repudia qualquer tentativa de uso político ou manifestação antidemocrática e determinou à Celepar [Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná] apuração célere junto a seus parceiros para responsabilização desse fato lamentável. O fato ocorreu a partir de uma empresa terceirizada e ela já foi notificada“.

O número de origem da mensagem é usado, por exemplo, para o envio de informações sobre IPVA e carteira de motorista“, completa a Folha. De acordo com uma mídia da capital paranaense, Curitiba, o jornal Plural, “os episódios começaram a ser relatados já pela manhã e se referem, aparentemente, a um texto único, encaminhado por SMS entre a noite desta sexta (23) e a madrugada deste sábado (24)“.

Segundo o jornal curitibano, “alguns usuários do Twitter afirmam ter recebido o texto com a identificação do Detran. Mas também há relatos de envios pelo canal da Polícia Civil“. A publicação do Plural diz ainda que “em muitos posts, o número do remetente – 28523 – foi associado ao sistema do PIÁ (Paraná inteligência Artificial), plataforma que concentra consulta e acesso a centenas de serviços digitais do governo“.

O jornal de Curitiba explica que “o programa foi desenvolvido pela Celepar, “inspirado em iniciativas exitosas do setor privado”, e lançado em junho de 2019 por Ratinho Jr. como uma espécie de “canal de diálogo” com a população“. A matéria conclui o tópico afirmando que “no Instagram, usuários de outros estados, como São Paulo e Rio Grande do Norte, afirmaram também ter recebido o conteúdo“.

Todas as pesquisas de intenções de voto para a eleição presidencial do próximo dia 2 de outubro apontam para vitória de LULA (PT).

O último Datafolha divulgado mostra que as chances de vitória no primeiro turno são do ex-presidente LULA, e não de Bolsonaro.

O jornal o Estado de S. Paulo calculou, pela média de pesquisas dos últimos meses, que LULA será eleito na primeira fase do pleito.

Siga Urbs Magna no Google Notícias
Comente

2 comentários em “Disparo em massa de SMS pró-Bolsonaro feita por empresa ligada ao Governo do Paraná é investigada”

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.