“Delação de Palocci vazada por Moro tinha muito pirão e pouca carne”, diz Gaspari

19/08/2020 1 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

A polêmica delação de Antonio Palocci Filho, ex-membro do Partido dos Trabalhadores que ocupou o cargo de ministro da Fazenda no governo Lula, que Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública do Governo Bolsonaro, vazou dias antes das eleições de 2018 quando ainda ocupava o cargo de juiz federal da 13ª vara de Curitiba, tinha “muito pirão e pouca carne”, afirmou o colunista Elio Gaspari nesta quarta-feira (19).

De longe, delação de Palocci foi explosiva, de perto, era um terreno baldio – Símbolo do ‘fim da picada’ e do ‘caos’, comissário petista avacalhou as delações“, escreveu Gaspari no título de sua matéria referindo-se a comentários do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da Lava Jato, que “dizia que aquilo que poderia ser uma delação do “fim do mundo” estava mais para “fim da picada””, e que também disse que “o procedimento de delação virou um caos”. Segundo o colunista, de nada serviram as advertências e o caos prosperou com a colaboração do ex-petista “astuciosamente divulgada pelo juiz Sergio Moro dias antes do primeiro turno da eleição de 2018“.

Gaspari diz em sua matéria que a delação de Palocci, examinada de perto, assemelhava-se à um “terreno baldio onde passam e jogam o que querem”, ou seja, lixo, e conclui que “as afirmações feitas por Palocci parecem todas terem sido baseadas em dados públicos, sem acréscimo de elementos de corroboração, a não ser notícias de jornais. (…) Moro jogou-o no ventilador e agora a própria PF concluiu que ali havia muito pirão e nenhuma carne”, escreveu o colunista, novamente dizendo que a delação de Palocci “tornou-se símbolo do “fim da picada” e do “caos” previstos e denunciados pelo procurador Carlos Fernando” e “caminha para ser o que sempre foi: uma ardilosa construção para tirá-lo da carceragem de Curitiba“.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe