De volta à Buenos Aires na quinta (06), o ‘mito’ enfrentará ‘hermanos’ do #ArgentinaRechazaBolsonaro

03/06/2019 0 Por Redação Urbs Magna

Protesto de argentinos contra Bolsonaro será na Praça de Maio, em frente ao palácio presidencial

Jair Bolsonaro

Movimentos políticos, sociais e sindicais da Argentina convocaram um protesto contra a visita do presidente Jair Bolsonaro a Buenos Aires na próxima quinta-feira.

Foto: Martin Acosta / Reuters
Praça de Maio, em frente à Casa Rosada, Buenos Aires – Argentina , durante Manifestação de apoio a Cristina Kirchner em 2018

A manifestação está marcada para ocorrer durante a tarde na Praça de Maio, na região central da capital do país, onde fica a Casa Rosada, a sede do governo. No local, Bolsonaro será recebido pelo presidente da Argentina, Mauricio Macri.

O protesto começará com um tradicional ato das Mães da Praça de Maio, que durante a última ditadura militar no país começaram a organizar manifestações no local para exigir do regime notícias de seus filhos desaparecidos, muitos deles vítimas do próprio governo.

“A ascensão de Bolsonaro à presidência e sua contínua apologia à tortura e à discriminação fazem com que no Brasil cresçam todos os indicadores de violência racista, de gênero, feminicídios, homofobia e transfobia”, explicaram os organizadores do movimento #ArgentinaRechazaBolsonaro

(Argentina Rejeita Bolsonaro).

“Teu ódio não é bemvindo aqui”, lê-se no cartaz promovido pelo movimento dos ‘hermanos’.

via UOL/DCM

Comente