Daniel Alves estuprou jovem em discoteca de Barcelona, “na frente de todo mundo”, mostra jornalista (vídeo)

Daniel Alves está preso desde a última sexta-feira (Reprodução/Instagram)

Rogério Tomaz Jr. legendou vídeo em que Julia Salander resume “estupro” praticado pelo jogador contra “uma espanhola”, o que o levou à prisão – ASSISTA:

O ídolo do futebol brasileiro foi parar na cadeia, sem direito a fiança, acusado de estuprar uma mulher, numa boate em Barcelona, na Espanha, que em depoimento afirmou que Daniel a agrediu e fez sexo à força, no banheiro da área VIP. O jogador deu três versões diferentes após o caso.

De acordo com fontes da Justiça espanhola, câmeras de segurança mostram que, por volta das 4 horas da manhã, a mulher foi ao banheiro e o brasileiro entrou em seguida. É um banheiro unissex. Ela permaneceu lá por 14 minutos. Daniel, por 16. No depoimento para a juíza, a jovem afirmou ter sido trancada, agredida e estuprada pelo jogador.

Preso desde a semana passada, Daniel Alves tem 39 anos e jogama no Pumas do México, que rescindiu o contrato com o atleta futebolista após o caso vir à tona.

A jovem espanhola de 23 anos, que não teve a identidade divulgada, fez a denúncia em 2 de janeiro, quando as investigações começaram. Jornais locais dizem que a jovem chamou o segurança da boate e foi ao hospital, onde exames confirmaram o estupro.

Segundo a denúncia, o estupro aconteceu no dia 30 de dezembro. A jovem afirmou que Daniel Alves a agrediu e estuprou após ser seguida pelo jogador até o banheiro unissex, por volta das 4h da manhã, e que foi forçada a sentar no seu colo. Ao resistir, conta, foi jogada no chão, esbofeteada e forçada a fazer sexo oral nele. 

Ainda solto, Daniel Alves negou tudo: “Quando você vai ao banheiro não tem que perguntar quem está lá para usar o banheiro. Não sei quem é essa senhorita, nunca a vi“, disse o jogador a uma TV espanhola. Contudo, depois mudou a versão e disse, contraditoriamente à juíza do caso, que houve relação consentida.

A Justiça espanhola determinou prisão preventiva e sem fiança para Daniel Alves no dia 20 de janeiro. De início, ele foi levado para uma penitenciária a 25 km de Barcelona. De acordo com a lei espanhola, o jogador pode ficar preso dois anos até o julgamento. Se esse tempo todo passar sem que o caso seja concluído, ele poderá aguardar em liberdade.

A juíza do caso diz que a jovem que acusa Daniel Alves afirmou que não quer receber indenização financeira, mas espera que seja feita justiça e que o atleta pague com prisão pelo ocorrido.

Uma tatuagem íntima motivou contradições no depoimento de Daniel Alves. Fontes do jornal “El Mundo” relataram que, em seu depoimento perante a juíza, a mulher disse que viu a tatuagem de uma meia-lua no abdômen de Daneil Alves próxima à cintura quando o jogador tentou forçá-la a fazer sexo oral e ela resistiu. Questionado sobre a tatuagem pela juíza, ele apresentou versões diferentes da história.

Na 1ª versão, Daniel Alves reconheceu ter uma tatuagem de meia-lua no abdômen e disse que foi a jovem que o atacou enquanto ele estava sentado no vaso sanitário.

Ao ouvir o depoimento do jogador, a juíza afirmou que, se o que ele estava dizendo fosse verdade, a vítima nunca poderia ter visto a tatuagem, porque sua camisa estaria tampando o desenho. O jogador, então, se contradisse, apresentando outra versão dos fatos.

Na 2ª versão, o atleta declarou que se levantou quando a jovem entrou no banheiro, o que lhe permitiu ver a tatuagem. Nesta versão, o jogador disse que a relação sexual entre os dois foi consentida.

Por questões de segurança, Daniel Alves foi transferido de prisão nesta segunda-feira (23/1). O jogador foi enviado ao presídio de Brians 2, a cerca de 40 quilômetros de Barcelona, para evitar risco à sua integridade física. Segundo a Secretaria de Justiça do governo da Catalunha, não houve nenhuma ameaça, e a transferência é preventiva.

Brians 2, que fica no mesmo complexo onde o brasileiro já estava desde sexta-feira (20/1), tem menos presidiários, a maioria já condenada. Segundo o jornal catalão “La Vanguardia“, conformo mostrou o g1, ele ficará em uma cela individual com banheiro.

    Comente

    Comente

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.