Cuba: média de turistas brasileiros por ano saltou de 16 mil para 40 mil em 2019, ilha gosta e anuncia ações

06/02/2020 0 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe


Publicado por ET URBS MAGNA


Mesmo após as diversas restrições dos Estados Unidos, nos voos e nos cruzeiros, Cuba recebeu cerca de 4,2 milhões de turistas em 2019, número abaixo das expectativas do governo, que esperava atingir o marco de 5 milhões.

No entanto, os brasileiros apresentaram um crescimento brusco no destino, passando de 16 mil visitantes nos anos anteriores para 40 mil no ano passado.

Em evento realizado na última sexta-feira (31), em comemoração à festividade nacional do aniversário de José Marti, importante personalidade da Revolução Cubana, o Cônsul Geral de Cuba, Pedro Monzón, afirmou que o turismo cubano seguirá crescendo.

O futuro mais ou menos imediato do turismo em Cuba é simplesmente muito promissor e o mercado brasileiro é um dos mais importantes para Cuba, sem nenhuma dúvida. Nós ainda temos muito a percorrer, mas são mais de 200 milhões de pessoas vivendo no Brasil, com uma cultura muito parecida com a nossa, e isso gera identificação. Queremos criar vínculos, e fornecer mecanismos para que os brasileiros viagem à Cuba”, disse Monzón.

Pensando no mercado brasileiro, Pedro Monzón também comentou a respeito das próximas ações para atrair ainda mais os brasileiros para o destino.

Com diversos atrativos entre patrimônios históricos e mais de 400 praias, já existem diversas agências e operadoras que vendem pacotes de viagens com destino à Cuba, entre elas a HavanaTur, a Sanchat e a CVC.

“O nosso consulado diplomático está promovendo fortemente o turismo de Cuba, utilizando muitos recursos. Com a CVC, estamos fechando um produto de co-marketing. Esperamos também que uma linha argentina de charters chegue ao Brasil e facilite a vinda dos turistas para Cuba”, finalizou o Cônsul.

Fonte: Mercado Eventos

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe