Com Bolsonaro perdido no laranjal do PSL, Mourão vai para o aquecimento e se aproxima de comunistas e cutistas

15/02/2019 1 Por Redação Urbs Magna

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, sempre alerta e mais do que nunca no aquecimento, se aproxima de comunistas e sindicalistas da CUT (Central Única dos Trabalhadores) enquanto Jair Bolsonaro (PSL) vive seu inferno astral e chafurdando-se em mais um escândalo — agora o laranjal do PSL.

Nesta quinta-feira (14), por exemplo, Mourão recebeu a visita do governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB). Eles se reuniram no anexo do Palácio do Planalto para discutir, segundo divulgaram, o desenvolvimento do Nordeste.

Os dois conversaram sobre questões relacionadas à segurança pública e a incentivos para a economia do Maranhão, afirmaram as assessorias de ambos.

No mês passado, bruxo Olavo de Carvalho, guru ideológico de Bolsonaro, desceu o sarrafo em Mourão. De acordo com o guia dos bolsominions, o vice Mourão, amparado pelos serviços secretos da Rússia e China, estaria empenhado em trazer de volta dos petista ao poder em um ano.

Na semana passada, a direção nacional CUT tinha ido pedir bênção ao vice Hamilton Mourão. O encontro foi criticado tanto por petista quanto pelos extremistas ligados a Bolsonaro, que não foi consultado sobre o encontro.

Vice, no Brasil, é cargo que costuma dar certo em todos os níveis. O papel desse elemento é conspirar diuturnamente contra o titular para assumir a cadeira principal.

Et Urbs Magna via Blog do Esmael

Receba nossas atualizações direto no seu WhatsApp – Salve nosso número em sua agenda e envie-nos uma mensagem – É GRÁTIS – ACESSE AQUI

Doe ao Et Urbs Magna

𝙲𝙾𝙽𝚃𝚁𝙸𝙱𝚄𝙰 𝚌𝚘𝚖 𝚘 𝚅𝙰𝙻𝙾𝚁 𝚀𝚄𝙴 𝙳𝙴𝚂𝙴𝙹𝙰𝚁 (O valor está expresso em Dólar americano) Para alterar o valor a contribuir, basta alterar o MULTIPLICADOR na caixa correspondente 𝐀 𝐩𝐚𝐫𝐭𝐢𝐫 𝐝𝐞 𝐔𝐒𝐃 $ 5 até o limite que desejar

$5.00

𝘊𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵𝘦 𝘤𝘰𝘮 𝘴𝘦𝘶 𝘍𝘢𝘤𝘦𝘣𝘰𝘰𝘬 𝘰𝘶 𝘶𝘵𝘪𝘭𝘪𝘻𝘦 𝘢 𝘰𝘶𝘵𝘳𝘢 𝘴𝘦çã𝘰 𝘮𝘢𝘯𝘵𝘪𝘥𝘢 𝘢𝘣𝘢𝘪𝘹𝘰. 𝘖𝘴 𝘤𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦 𝘳𝘦𝘴𝘱𝘰𝘯𝘴𝘢𝘣𝘪𝘭𝘪𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘥𝘦 𝘲𝘶𝘦𝘮 𝘰𝘴 𝘱𝘶𝘣𝘭𝘪𝘤𝘢 𝘦 𝘱𝘰𝘥𝘦𝘮 𝘯ã𝘰 𝘳𝘦𝘧𝘭𝘦𝘵𝘪𝘳 𝘢 𝘰𝘱𝘪𝘯𝘪ã𝘰 𝘥𝘰 𝘴𝘪𝘵𝘦. 𝘛𝘦𝘹𝘵𝘰𝘴 𝘷𝘶𝘭𝘨𝘢𝘳𝘦𝘴 𝘦 𝘥𝘪𝘴𝘤𝘶𝘳𝘴𝘰𝘴 𝘥𝘦 ó𝘥𝘪𝘰 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦𝘴𝘯𝘦𝘤𝘦𝘴𝘴á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘱𝘢𝘳𝘢 𝘢 𝘤𝘰𝘯𝘴𝘵𝘳𝘶çã𝘰 𝘥𝘦 𝘶𝘮𝘢 𝘴𝘰𝘤𝘪𝘦𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘤𝘪𝘷𝘪𝘭𝘪𝘻𝘢𝘥𝘢. 𝘕𝘦𝘴𝘵𝘦𝘴 𝘤𝘢𝘴𝘰𝘴, 𝘳𝘦𝘴𝘦𝘳𝘷𝘢𝘮𝘰-𝘯𝘰𝘴 𝘰 𝘥𝘪𝘳𝘦𝘪𝘵𝘰 𝘥𝘦 𝘣𝘢𝘯𝘪𝘳 𝘴𝘦𝘶𝘴 𝘱𝘦𝘳𝘧𝘪𝘴.
Anúncios