Ciro Gomes se acha ‘a novidade’ e sem conseguir se conter volta a atacar Lula

26/09/2021 0 Por Redação Urbs Magna
Ciro Gomes se acha ‘a novidade’ e sem conseguir se conter volta a atacar Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, em imagem reprodução de vídeo nas redes sociais, e Ciro Gomes, do PDT, que é detentor de aproximadamente 12% das intenções de voto para o pleito presidencial de 2022 | Sobreposição de imagens


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

Em baixa nas pesquisa de intenção de voto para 2022, o ex-ministro do petista se desespera de novo e apela inutilmente para outra tentativa de difamação contra o ex-presidente sem perceber que influencia ainda mais negativamente sua já pequena parcela de seguidores

Novamente descontrolado, Ciro Gomes não se contém e ataca Lula no Twitter. Sem conseguir elevar os números da pesquisa de intenção de voto para 2022, o ex-ministro do petista apela inutilmente para a tentativa de difamação sem perceber a influencia ainda mais negativa sobre a já pequena parcela de seu eleitorado, que só diminui.

O pedetista afirmou na GloboNews que “Lula é a coisa mais antiga que existe na política brasileira” Ele também fez ataques contra o presidente Jair Bolsonaro, a quem se referiu como “a coisa mais podre da política brasileira”.

Um seguidor, surpreso com o ataque, pediu para ser poupado do comentário absurdo: “Me poupe Ciro. E você por acaso entrou agora na política?”

Outro usuário quase contou uma fábula para expressar seu sentimento com a postagem do pedetista: “Um dia estava olhando para o chão e vi uma formiga. Do lado havia uma coisa extremamente minúscula, mal conseguia ver. Foi assim que eu conheci o Ciro”, afirmou.

“Tu segue brigando aí enquanto Eduardo Leite passa com a boiada e assume a terceira via”, disse mais outro usuário da rede social em resposta a Ciro Gomes.

Imediatamente depois do ataque a Lula, o pedetista deu uma guinada total em defesa da paz nas redes a ponto do jornalista Tiago Barbosa afirmar que “Ciro não ouve Ciro e mostra que o que Ciro diz nem Ciro leva a sério”.

O futuro presidenciável disse, como se para amenizar os efeitos devastadores de sua afirmativa anterior sobre Lula, que “o Brasil precisa achar um caminho que encerre esses ódios e paixões superficiais”.

“Precisamos construir um debate ao redor de um diagnóstico: o que está acontecendo para que a economia brasileira, que já foi uma das que mais cresceu na história da humanidade, seja agora a que menos cresce?”, indaga o pedetista caindo em contradição sobre os feitos de Lula no passado.

Veja outras respostas a seguir:

Comente