Chamado de ‘tchutchuca do centrão’, Bolsonaro parte pra cima de homem e tenta tomar seu celular (vídeo)

O youtuber Wilker Leão provocou, foi empurrado, caiu e passou a xingar o presidente, que reagiu e gesto foi seguido por seus seguranças

Parlamentares reagiram, nas redes sociais, ao assunto do dia: o presidente Jair Bolsonaro (PL) tentou arrancar o celular das mãos do youtuber Wilker Leão, que o chamou de ‘tchutchuca do centrão’, (conforme vídeo abaixo). Leão fazia perguntas e provocava o atual ocupante do Palácio do Planalto, quando foi empurrado e derrubado no chão. Então o youtuber inicia ofensas ao presidente: “vagabundo”, “safado”, “covarde” e “tchutchuca do Centrão”.

Parlamentares comentaram, no Twitter, a reação do presidente do Brasil:

Apenas 3º dia de campanha e Bolsonaro já tentou agredir um homem que o criticou enquanto gravava com o celular. Quando não está atrás do cercadinho, não sabe lidar com a verdade. Lamentável, mas não surpreendente“, disse a deputada federal Fernanda Melchionna (PSOL-RS). “Bolsonaro ao ser indagado por um popular age como um verdadeiro ditador. O autoritário não resiste ao contato com aqueles que não pensam pequeno como ele próprio. O Brasil precisa de Democracia. E isso só será possível com @LulaOficial de novo“, afirmou a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS).

Bolsonaro ativou o modo MILICIANO“, comentou o deputado federal Alencar Santana (PT-SP). “BATEU O DESESPERO! Bolsonaro tenta tomar o celular de um youtuber, seguranças do presidente ainda agridem o rapaz. Não pode falar de Centrão pra ele, a verdade dói. É absolutamente inaceitável um comportamento desse para quem ocupa a presidência da República“, afirmou o deputado Federal Ivan Valente (PSOL-SP). “Não aguenta ser chamado de “tchutchuca do Centrão” e vai logo metendo a mão no celular do rapaz. Que papelão, Bolsonaro! Seu sonho é ser o ditador que você acha que é. Nunca será. É alvo de chacota e reage como menino mimado que você é“, desabafou o deputado federal Jorge Solla (PT-BA).

Assista as imagens divulgadas pelo portal de notícias ‘g1’, que viralizaram nas redes sociais:

Siga Urbs Magna no Google Notícias
Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.