Cassação do PT é a moeda de troca pela iminente queda de Bolsonaro

08/04/2020 8 Por Adriana Farias

A queda anunciada de Bolsonaro só será possível com a cassação do registro do PT. Isso já era desejo dos antipetistas desde 2013. Imagina que com o fracasso sucessivo dos governos pós-PT, sendo este último pior que todas as gestões que já passaram pelo país, ter a provável volta do maior partido de esquerda da América Latina é impensável para

1) Justiça, pela ameaça de extinção de cargos vitalícios;

2) Elite, pela certeza de taxação de grandes fortunas;

3) Imprensa, pelo fim do monopólio de seis famílias detentoras das grandes mídias a restringir seus diversos meios de comunicação (jornal impresso, TV, rádio, meios alternativos internet) a um único e

4) Mercado, pela ação do Estado no controle dos preços abusivos.

Não resta alternativa ao grande complô armado desde 2013 para eliminar primeiro o PT. Conseguido o feito, qualquer outro partido de esquerda será eliminado por questão de tempo. Engana-se quem comemora ou torce para um processo de extinção favorável achando que ali na frente nada acontecerá ao seu partido. Eles não têm limites!

Contudo, não importa o tamanho da sujeira que se varre para debaixo do tapete, porque vivemos no tempo que o tapete não é mais visto por atingir alturas estratosféricas, uma vez que a sujeira já não é mais oculta e o tapete ficou simbólico. A necessidade de manter o status quo a preço do “vale tudo”, inclusive do politicamente incorreto, foi normalizado.

E ai daquele que tentar mudar o esquema. “Será um que se possa matar antes de delatar”.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL