Cármen Lúcia é chamada de “frouxa” por procurador da Lava Jato

07/08/2019 1 Por Redação Urbs Magna

Após chamar a ministra do STF de frouxa, o procurador Athayde Ribeiro Costa diz que ela é “amiguinha” e recebe o apoio de Deltan Dallagnol: “Amiguinha da esposa do Gilmar Mendes”


Nos diálogos da Vaza Jato, divulgados nesta quarta-feira (7) pelo site The Intercept em parceria com o portal Uol, o procurador Athayde Ribeiro Costa, integrante da Lava Jato, chama a ministra Cármen Lúcia, de “frouxa”, ao receber a informação de Deltan Dallagnol que a magistrada seria a relatora da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) proposta pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) a mando do chefe da força-tarefa.

Na conversa, datada no dia 11 de outubro de 2018, no grupo Filhos do Januário 3 no aplicativo Telegram, composto por membros da força-tarefa, o procurador Diogo Castor respondeu ao colega dizendo “Sei não hein, contra GM [Gilmar Mendes], ela vai crescer”.

Athayde então rebate: “Amiguinha”. E é apoiado por Dallagnol: “Ela é amiga da esposa do GM”.

Em novembro, Cármen Lúcia negou seguimento à ADPF da Rede, arquivando a ação.

via UOL / Revista Fórum

Comente