Carlos Bolsonaro tem conteúdo restringido no Instagram após mentir sobre LULA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em foto de Ricardo Stuckert, e o vereador carioca, Carlos Bolsonaro | Sobreposição de imagens


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

O vereador compartilhou vídeo antigo do ex-presidente e disse que ele doou refinarias da Petrobras à Bolívia, o que é falso

O vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (Republicanos) teve conteúdo restringido na rede social Instagram por compartilhar duas postagens classificadas pelo aplicativo como sendo fomentadoras de conteúdo falso, após o filho do presidente mentir sobre LULA, compartilhando um vídeo antigo seu e dizendo que o ex-presidente teria doado refinarias da Petrobras para a Bolívia, o que é falso.

A história verdadeira é que uma refinaria foi vendida ao país sul-americano em 2007 por US$ 112 milhões.

O Instagram afirmou: “A mesma informação foi analisada por verificadores de fatos independentes em outra publicação”, justificando a censura a Carluxo por conta de sua mentira.

O vídeo postado pelo filho do presidente mostrava LULA durante uma entrevista no ano de 2015 em que o ex-presidente Lula argumentava sobre a nacionalização das refinarias estrangeiras, conforme mostrou o UOL.

LULA relatou, na ocasião, uma conversa com Evo Morales, o ex-presidente da Bolívia, que foi golpeado na eleição do país, no ano de 2019.

Não há registro algum, nas imagens, do ex-presidente afirmando que a refinaria brasileira teria sido doada ao país amigo.

Portanto é mentira de Carlos Bolsonaro.

Falso: Lula não disse em vídeo que deu refinarias para a Bolívia; instalações foram vendidas em 2007“, postou o Instagram.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.