Cala a boca, Zero Três – seguidor do ódio diz a Xi Jinping: “#TeuC*, Filho da P***”

21/03/2020 1 Por Redação Urbs Magna

Assim é o BOLSONARISMO. A crise diplomática vivida com a China teve início desde que o filho do presidente acusou o país asiático de ter omitido informações sobre o novo coronavírus. Nem a Band TV aguentou o episódio e classificou os envolvidos como irresponsável e idiota. Estrelando Eduardo Bolsonaro e Ernesto Araújo, duas peças inúteis no cenário político brasileiro.

Faixas são colocadas por bolsonarista em frenta à Embaixada da China com os dizeres “China Mentiu e Pessoas Morreram. Xi Jinping, Filho da Puta, vírus chinês”, direcionada ao presidente da República Popular e “Yang Wanming, #TeuCú, Filho da Puta, ao embaixador do país no Brasil.

Os gestos deste filho mimado de Jair Bolsonaro (aliás, todos os gestos do clã Bolsonaro) só alimentam as ideias que corroem: Um homem foi flagrado colocando faixas na frente da embaixada da China com os dizeres para Yang Wanming (embaixador aqui no Brasil): “#TeuCú (com acento bolsonarista) Filho da Puta. E para Xi Jimping, presidente da República Popular, uma agressão: “China mentiu e pessoas morreram. Xi Jinping, filho da puta, vírus da China“.

O culpado disso é o inconsequente Eduardo Bolsonaro, que prova seu retardo mental e desconhecimento que o situam em insignificância diante deste monstro sagrado que é a China. Zero Três disse que o país asiático é o culpado pela pandemia de coronavírus. Entrou na guerra EUA X China como um torcedor de time de futebol, ignorante e apaixonado. E estando visível no cenário político, acaba por influenciar a tolice em seguidores do clã: o homem que colocou as faixas disse que o fez “só pra não deixar passar batido, para registrar a insatisfação“. Uma brincadeira que pode acabar mal, iniciada por um ser sem valores, desprezível, e finalizada por um louco e insignificante seguidor. E se a China resolve mandar sua ‘naba vodadora‘ em direção ao Brasil, ‘Bozito-3‘ ?

O episódio levou os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, respectivamente, ficarem desesperados e, rapidamente pediram desculpas à China. Quanto a Bolsonaro, o presidente, disse que não ia se desculpar, daquele seu jeito bronco que, ainda que já tenha se passado 15 meses de governo, ainda é inacreditável: “Eu cometi algum crime? fiz alguma acusação? Me responda se eu fiz uma acusação. Por que você não pede desculpa, então?”, disse em frente ao Palácio da Alvorada na manhã desta sexta-feira (20).

Na quinta (19), a embaixada da China no Brasil voltou a criticar Eduardo Bolsonaro: “Quem insiste em atacar e humilhar o povo chinês acaba dando um tiro no seu próprio pé. São absurdas e preconceituosas as suas palavras, além de ser irresponsáveis. Não vale a pena refutá-las. Aconselhamos que busque informações científicas e confiáveis nas fontes sérias, como a OMS, úteis para ampliar a sua visão. Os seus argumentos mostram que você não está arrependido pela sua atitude, tampouco ciente dos seus erros. Ao continuar a optar por ficar no lado oposto ao povo chinês, está indo cada vez mais longe no caminho errado“.

Depois, a ministra Tereza Cristina entrou para tentar apagar o fogo e disse: “O Eduardo é um deputado federal. Apesar do sobrenome dele pesar, a posição do governo brasileiro é de amizade com a China. Acho que isso é página virada. Não podemos mais polemizar, já deu o que tinha que dar. Agora temos que resolver o nosso pepino, cuidar da nossa horta“.

WhatsApp
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga as INSTRUÇÕES
Telegram
Receba nossas NOTÍCIAS.
Acesse e siga NOSSO CANAL


Acompanhe as publicações do
ET URBS MAGNA no FACEBOOK
(CURTA AQUI)

Utilize o espaço que reservamos para você fazer comentários. Role a página para baixo e fale sobre este assunto.
Os comentários não representam a opinião do ET URBS MAGNA. A responsabilidade é do autor da mensagem.
Anúncios