Brasil diz que nota do Itamaraty não é contra o Irã e não convence. Eles dizem que compramos versão dos EUA para a morte de Suleimani

08/01/2020 2 Por Redação Urbs Magna


Publicado por ET URBS MAGNA

A diplomata Maria Cristina Lopes disse às autoridades iranianas que a posição do governo Jair Bolsonaro não deve ser entendida como uma manifestação contra o país persa.

A convocação de Lopes para dar explicações é uma das formas que um governo tem para manifestar descontentamento e incômodo com outro país. 

Iranianos em luto pela morte de Qassim Suleimani, em Kerman, cidade natal do general iraniano – Atta Kenare/AFP

Da Folha de São Paulo – Maria Cristina foi chamada para reunião em Teerã, quando os iranianos se queixaram da nota do Itamaraty afirmando que o governo Bolsonaro comprou integralmente a versão dos EUA para justificar a morte de Suleimani, ocasião em que disse que as relações entre os dois países são amplas e que não podem ser reduzidas ao tema abordado no comunicado.

Mas os iranianos usaram um tom duro com a diplomata brasileira e ao que parece, não convenceu.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.