Bolsonaro traz CNN ao Brasil prometendo acabar com a Globo, como a mídia fez com Lula – O FIM DA EMISSORA ESTÁ PRÓXIMO

19/01/2019 1 Por Redação Urbs Magna

Os jornalistas da Globo estão em estado de choque. Isso porque a CNN (Cable News Network), o canal a cabo de notícias norte-americano, está com um pé no território brasileiro e conta com total apoio do clã Bolsonaro.

A emissora de TV Rede Globo, que tanto perseguiu o ex-presidente Lula em função de sua colaboração específica no golpe de Estado iniciado em 2016 com o impeachment de Dilma Rousseff, agora deve estar achando que com Lula teria sido melhor.

A notícia da chegada da CNN Brasil, pelas mãos do empresário Rubens Menin, dono da MRV Engenharia, e do ex-vice-presidente de jornalismo da Record TV, Douglas Tavolaro, caiu como uma bomba dentro da redação da Globo News. Segundo o site Na Telinha, todos os jornalistas da Globo News contatados utilizaram o termo “em choque” para descrever a notícia da chegada da CNN Brasil, como começo de conversa com a reportagem.

“De acordo com esses relatos, diante do licenciamento no país do canal de notícias americano, o Grupo Globo precisará desmontar todo o planejamento de mercado feito para a Globo News para os próximos anos, incluindo mudanças na prática atual da política de salários, renovação de contratos dos profissionais mais experientes e a estratégia da grade de programação”, escreve o jornalista Sandro Nascimento. 

DONO DA CNN BRASIL É BOLSONARISTA, DEFENDE MILITARES E OS FILHOS DO CLÃ

Hoje com o nome totalmente associado à criação da emissora norte-americana CNN no Brasil, o empresário Rubens Menin, fundador e atualmente presidente do Conselho de Administração da MRV, maior construtora de imóveis residenciais da América Latina, elogiou recentemente integrantes do governo Jair Bolsonaro e os filhos do presidente.

Por ter como sócio e diretor o jornalista Douglas Tavolaro, biógrafo do bispo Edir Macedo e até então diretor de jornalismo na TV Record, emissora que declarou abertamente apoio ao atual governo, a CNN brasileira não deixa claro a que veio: se será oposição ferrenha a Bolsonaro, como faz nos Estados Unidos com Trump, ou se seguirá o modelo Record.

Numa entrevista concedida ao jornal Correio Braziliense e publicada no dia 5 de dezembro, Rubens Menin avaliou integrantes que estavam sendo nomeados para o novo governo como “pessoas treinadas, acostumadas ao comando, éticas e que gostam do Brasil”, elogiou os filhos de Bolsonaro e se mostrou “eufórico” com o futuro do Brasil.

“Os empresários brasileiros e os investidores estrangeiros estão eufóricos com o futuro do Brasil”, disse. “Se o país fizer o dever de casa, vai virar uma grande potência”, acrescentou.

Em outro trecho da entrevista, o empresário criticou a forma de contratação dos médicos cubanos para o programa Mais Médicos – indicando, portanto, seu posicionamento favorável a Bolsonaro nesse caso. E definiu, ainda, a equipe econômica do presidente como “o sonho de consumo de qualquer brasileiro que entende minimamente do assunto”.

“O governo Bolsonaro tem três aspectos que eu considero muito interessantes e positivos. O primeiro deles é a equipe econômica, que é o sonho de consumo de qualquer brasileiro que entende minimamente do assunto. Trata-se de um time inegavelmente supercapacitado. Veja o caso de Salim Mattar, que, além da competência, traz um exemplo de desprendimento. Ele vai largar a presidência do conselho de uma empresa enorme que ele fundou (a Localiza) para doar seu tempo e sua força de trabalho para o Brasil. Isso se chama espírito-público. Olha que bacana!”, avaliou.

“O segundo é o caso dos generais. Uma parte da sociedade ainda tem um certo preconceito. Mas olha a equipe de militares que está no governo. São pessoas altamente treinadas, acostumadas ao comando, éticas e que gostam do Brasil. Vamos aproveitar esses caras. Eles não têm que ser estigmatizados. Tenho certeza de que vão prestar um bom serviço”, elogiou.

O terceiro aspecto, segundo ele, “são os filhos do Bolsonaro. Alguns gostam de criticar os filhos do Bolsonaro. Poxa, os caras apresentam comportamento 100% ético. Qual é o problema de se posicionarem? Não há nepotismo algum nisso. Foram eleitos e têm demonstrado grande capacidade de ajudar. Que pai não quer ter os filhos por perto? Eu tenho meus filhos me ajudando, dando conselhos, são meus parceiros para a vida inteira. Vamos parar de criticar”.

BOLSONARO E FILHO RECEBEM SÓCIOS DA CNN BRASIL EM SUA GUERRA CONTRA A GLOBO

Na tarde desta sexta-feira (18), o presidente Jair Bolsonaro e seu filho Eduardo Bolsonaro, ambos do PSL, receberam no Palácio do Planalto os sócios da recém-anunciada CNN Brasil, o empresário Rubens Menin, fundador do grupo MRV Engenharia e futuro presidente do Conselho de Administração do novo canal, e o jornalista Douglas Tavolaro, que deixou o cargo de vice-presidente de jornalismo da Record TV para se tornar CEO da CNN Brasil, informa Mauricio Stycer.

A reunião, segundo a assessoria do canal, durou aproximadamente 30 minutos, e os executivos falaram ao presidente sobre o significado da chegada do novo veículo ao Brasil, principalmente no que se refere a investimento no setor de comunicação e na abertura de postos de trabalho.

“A intenção da CNN Brasil é funcionar ainda em 2019. A empresa, que vai nascer do zero, terá sede em São Paulo e escritórios no Rio e em Brasília. Fala-se na contratação de 400 jornalistas. O tamanho do investimento para tal empreendimento não foi divulgado. Também não foi informado se, além de Menin e Tavolaro, há outros sócios por trás da CNN Brasil”, conta a reportagem.

Et Urbs Magna via Brasil 247

Receba nossas atualizações direto no seu WhatsApp – Salve nosso número em sua agenda e envie-nos uma mensagem – É GRÁTIS – ACESSE AQUI

Doe ao Et Urbs Magna

𝙲𝙾𝙽𝚃𝚁𝙸𝙱𝚄𝙰 𝚌𝚘𝚖 𝚘 𝚅𝙰𝙻𝙾𝚁 𝚀𝚄𝙴 𝙳𝙴𝚂𝙴𝙹𝙰𝚁 (O valor está expresso em Dólar americano) Para alterar o valor a contribuir, basta alterar o MULTIPLICADOR na caixa correspondente 𝐀 𝐩𝐚𝐫𝐭𝐢𝐫 𝐝𝐞 𝐔𝐒𝐃 $ 5 até o limite que desejar

$5.00




Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.