Bolsonaro se diz ‘aflito’ com demora da posse de Lula, pois fica só ‘batendo ponto todo dia’ no Palácio do Planalto

O primeiro Presidente da República a tentar uma reeleição e ser malsucedido disse ainda que a lei deveria mudar para o vencedor da eleição tomar posse imediatamente após o resultado das urnas

O primeiro Presidente da República a tentar uma reeleição e ser malsucedido, Jair Bolsonaro (PL), reclama da demora para Lula tomar posse.

De acordo com a jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, interlocutores do candidato derrotado informaram que, para o futuro ex-presidente, a lei deveria mudar, com o novo governante tomando posse imediatamente após o resultado das urnas.

Bolsonaro teria complementado a ideia com o arguemnto, segundo o texto, de que o presidente que está deixando o cargo já não tem mais poder algum e suas opiniões não tem relevância. E que a ele restaria, portanto, ficar batendo ponto e esperando o tempo passar.

Ao mesmo tempo, o ex-mito mostrou que está chateado e triste com a derrota, que não esperava. Além disso, para piorar, Bolsonaro teve erisipela uma semana depois da eleição e ficou recluso no Palácio da Alvorada, recebendo poucas pessoas e passando a bola para Mourão.

A jornalista informa ainda que, na quinta (17/11), o general Braga Netto visitou o Bolsonaro, disse que ele já estava mehor e que poderia em breve voltar a despachar no Palácio do Planalto. Ou seja, voltar a bater o ponto.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.