Bolsonaro quase triplicou orçamento da Secom “para sites mentirem e atacarem a democracia”, diz Janones

O deputado federal considera uma “BOMBA” a “descoberta da equipe de Transição Lula” sobre o presidente derrotado ter aumentado a verba de 180 para 526 milhões

O deputado federal André Janones (Avante-MG) afirmou no Twitter que a equipe de Transição para o Governo Lula acaba de descobrir que o presidente derrotado nas urnas, Jair Bolsonaro, aumentou o orçamento da Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social do Governo Federal) “de 180 para 526 milhões de reais (…) para blogs, sites e emissoras mentirem e atacarem a democracia“,

“URGENTE AGORA! Uma BOMBA o que acabamos de descobrir aqui na transição: Bolsonaro aumentou o orçamento da SECOM de 180 para 526 milhões de reais! Mais de MEIO BILHÃO por ano do dinheiro dos SEUS IMPOSTOS foram para blogs, sites e emissoras mentirem e atacarem a democracia!”, disse o parlamentar.

Aquela conversa de “a imprensa fala mal de mim porque eu acabei com a mamata deles”, era tudo historinha de Bolsonaro. O vagabundo triplicou o gasto com propaganda e enfiou 750 milhões de reais em uma única “emissora” de televisão. Um canal fechado! Adivinha qual @Rconstantino? “, afirmou marcando o perfil do devoto de Bolsonaro, o jornalista Rodrigo Constantino.

Na sequência, Janones expõe que ao “tentar marcar o @Rconstantino em um storie no insta, olha o que apareceu“, escreveu na mensagem em que compartilhou o print do comunicado da plataforma advertindo para a idoneidade das publicações o bolsonarista:

Esta conta publicou repetidamente informações falsas que foram analisadas por verificadores de fatos independentes ou que eram contra nossas Diretrizes da Comunidade. Você gostaria de @mencionar esta conta?

Ninguém leva esse fanfarrão a sério“, disse Janones.

Ontem, a Secom disse que não escalaria representantes para se reunir com a equipe de transição responsável pela área de comunicação do governo eleito devido a postagens “inverídicas, distorcidas e desrespeitosas” de um dos membros do futuro governo, sem citar Janones.

O deputado, entretanto, publicou no Twitter que se referia a ele e ainda chamou os integrantes do órgão de “quadrilha da Secom” que está insatisfeita porque ele estaria “tornando público o que eles roubaram“.

    Siga Urbs Magna no Google Notícias
    Comente

    Comente

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.