Bolsonaro manda Weintraub devolver os ‘chocolatinhos’ que ele tirou da Educação, com medo da greve nacional

14/05/2019 0 Por Redação Urbs Magna

A ordem foi passada por telefone ao ministro Abraham Weintraub, da Educação, nesta terça-feira (14), durante reunião com líderes partidários reunidos com o presidente no Palácio do Planalto presenciaram o telefonema

Na véspera da primeira greve nacional, chamada da tsunami da Educação, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) determinou que não haja mais cortes orçamentários no Ministério da Educação (MEC). A informação foi publicada no site UOL.

Abraham Weintraub

Segundo a reportagem, a ordem foi passada por telefone ao ministro Abraham Weintraub, da Educação, nesta terça-feira (14), durante reunião com líderes partidários reunidos com o presidente no Palácio do Planalto presenciaram o telefonema.

JAIR BOLSONARO

“O presidente ligou para o ministro na nossa frente e pediu para rever. O ministro tentou contra-argumentar, mas não tem conversa”, disse o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), destacando que o valor contingenciado não será cortado em outra pasta.

via Brasil 247

Comente