Bolsonaro foi convencido por emissário a ir à Cúpula das Américas e terá reunião bilateral com Biden

Governo americano propôs uma reunião bilateral entre os presidentes Bolsonaro e Biden | Foto de Clauber Cleber Caetano/PR

Presidente recebeu ex-senador americano Christopher Dodd, enviado por Biden, que tenta salvar do desgaste dos últimos anos a relação dos EUA com os países sul-americanos

O presidente Jair Bolsonaro (PL) decidiu participar da Cúpula das Américas, encontro de líderes do continente que ocorrerá no início de junho em Los Angeles. A informação foi confirmada pelo Itamaraty.

Também está prevista a reunião bilateral com o presidente dos EUA, Joe Biden, à margem da reunião, dizem em sua matéria, na Folha de S. Paulo desta quinta-feira (26/5), os jornalistas Ricardo Della Coletta e Marianna Holanda.

“O Itamaraty adota as medidas preparatórias para a visita do presidente da República a Los Angeles, para participar da próxima Cúpula das Américas”, afirmou o ministério em nota, de acordo com transcrição no jornal.

Bolsonaro recebeu na terça-feira (24/5) o emissário do governo americano, o ex-senador Christopher Dodd, que viajou a Brasília com a missão de convencer o chefe do Executivo brasileiro a participar do evento.

O presidente havia sinalizado que poderia faltar à cúpula, o que gerou na equipe de Biden o temor de esvaziamento do encontro. O presidente do México AMLO (Andrés Manuel López Obrador) não deve comparecer.

A próxima nona edição da Cúpula das Américas, que irá acontecer em Los Angeles no início de junho, foi organizada pelos EUA e idealizada como uma forma de simbolizar o retorno da liderança do país sob comando do democrata em assuntos latino-americanos.

Durante a Presidência de Donald Trump, a região ficou em segundo plano, e o republicano chegou a faltar ao evento em 2018, tornando-se o primeiro líder americano a negligenciar o encontro.

A Cúpula das Américas é uma reunião de cúpula entre os chefes de Estado do continente americano criada pela Organização dos Estados Americanos com o objetivo de alcançar um nível maior de cooperação entre os países da zona econômica americana.

Siga Urbs Magna no Google Notícias
Comente

1 comentário em “Bolsonaro foi convencido por emissário a ir à Cúpula das Américas e terá reunião bilateral com Biden”

  1. Jorge Luiz Rocha

    Como sempre digo, ou melhor repito por ter ouvido e concordo:
    -OS EUA, não tem amigos ou inimigos…
    TEM APENAS INTERESSES.
    🇺🇲🏴‍☠️🇺🇸.

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.