Bolsonaro fatura seu 1º troféu internacional: o “Fóssil Colossal”, por ser o pior país dentre os piores do mundo no Meio Ambiente [É SÉRIO]

13/12/2019 0 Por Redação Urbs Magna

O presidente brasileiro faturou a ‘premiação’ na CAN (Rede Internacional de Ação Climática) durante a COP 25 (Cúpula do Clima da Organização das Nações Unidas), realizada na capital da Espanha


Do Blog do Esmael via G1 – O Brasil recebeu nesta sexta-feira (13) o prêmio de “Fóssil Colossal” de reconhecimento por ser o “pior entre os piores” para o Meio Ambiente e a preservação da Natureza.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

O troféu foi concedido pela Rede Internacional de Ação Climática (CAN) na COP 25, cúpula do clima da Organização das Nações Unidas (ONU), em Madri. A CAN reúne mais de 1.300 organizações da sociedade civil de todo o mundo.

Três motivos pesaram para a escolha do Brasil, segundo a CAN:

  • Culpar ambientalistas pelas queimadas na Amazônia;
  • Vetar a menção dos Direitos Humanos no artigo 6.4, sobre créditos de carbono;
  • Se opor ao uso da expressão Emergência Climática na redação do texto final da COP.




“O prêmio foi dado ao Brasil porque o país deixou de ser referência na COP”, disse Kevin Buckland, porta-voz da CAN.

“Nos últimos anos ele teve um trabalho excelente na redução de suas emissões, mas agora vemos surgir violações nos direitos humanos e a destruição em massa da floresta Amazônica.”

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.