BOLSONARO ESCONDE da JUSTIÇA GASTOS no 1º TURNO e MOSTRA VALORES bem INFERIORES ao de ADVERSÁRIOS

24/10/2018 1 Por Redação Urbs Magna
Compartilhe

Et Urbs Magna, 24 de outubro de 2018, 222:50 GMT


Bolsonaro omite da Justiça detalhes de gastos do primeiro turno

Declaração entregue pelo candidato do PSL é bem inferior à de adversários do primeiro turno


Da Folha – O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) não informou até o momento à Justiça Eleitoral, de forma discriminada, diversos gastos de sua campanha, incluindo os detalhes de viagens que fez a pelo menos 16 cidades de 7 estados, onde ele, sua comitiva e aliados participaram de carreatas e comícios em caminhões de som.

A poucos dias do segundo turno, o candidato declarou pagamento a apenas seis pessoas: o coordenador financeiro, dois auxiliares, dois seguranças e a intérprete de libras.

Segundo dados da prestação de contas parcial ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Bolsonaro informou, até agora, custo de R$ 955 mil na campanha do primeiro turno, excluídas doações a outros candidatos.

As contas do capitão reformado somam 27 itens de gasto (R$ 843 mil) até o dia em que sofreu o atentado.

Os maiores valores são R$ 285 mil para uma agência de viagens, locação de veículos e hospedagem, a Pontestur, R$ 135 mil para a Mosqueteiro Filmes, empresa de produção dos programas de TV e rádio, e R$ 115 mil para a AM4 Brasil Inteligência Digital, de serviços da internet.

Além da ausência do detalhamento do custo das viagens, não há informação sobre aquisição de suprimento para os dois comitês de campanha cedidos pelo PSL.

LEIA MAIS AQUI


 Receba nossas atualizações direto no seu WhatsAppRECEIVE UPDATES WHATSAPP IN ENGLISH



Diga NÃO à introdução deste SÍMBOLO  SUÁSTICA PNG  em nossa BANDEIRA – Participe do Grupo WhatsApp ‘ISSO NÃO! ISSO NUNCA!’ clicando na IMAGEM ABAIXOGRUPO WHATSAPP ISSO NÃO ISSO NUNCA


 

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.
Compartilhe