“Bolsonaro é genocida ou não é? É sim”, diz Gleisi. “O que Bolsonaro fez com o país, meu Deus”

20/10/2021 1 Por Redação Urbs Magna
“Bolsonaro é genocida ou não é? É sim”, diz Gleisi. “O que Bolsonaro fez com o país, meu Deus”

O presidente Jair Bolsonaro, em foto de Evaristo Sá/AFP, e a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, em foto flickr da legenda | Sobreposição de imagens


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

“Bolsonaro vetou água potável e segurança sanitária para as comunidades indígenas, estimulou remédio ineficaz contra a covid, desdenhou da doença e demorou a comprar vacinas”, afirma a presidente do PT

A deputada federal e presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, expôs sua indignação em rede social após a afirmação do presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, ao jornal O Globo nesta terça (19), de que “Bolsonaro não é genocida“. Gleisi questionou no Twitter: “Bolsonaro é genocida ou não é?” Ela mesmo respondeu: “É sim“, justificando que o presidente “vetou água potável e segurança sanitária para as comunidades indígenas, estimulou remédio ineficaz contra a covid, desdenhou da doença e demorou a comprar vacinas“. Em outro tuíte, a deputada se indignou: “O que Bolsonaro fez com o país, meu Deus!”

Ontem, Aziz revelou que tem a preocupação que o crime de Bolsonaro seja “arquivado no futuro” e ele acabe recebendo críticas por isso. Depois ele afirmou que será favorável ao que o senador Renan Calheiros (MDB-AL) colocar no relatório final a ser entregue nesta quarta-feira (20). Calheiros é o relator da comissão.

A grande preocupação em relação ao genocídio é que se você já tem crime contra a humanidade, já é um crime muito grande. E esse já foi provado e ‘desprovado’ por ele. O Bolsonaro fez aglomerações propositadamente, o Bolsonaro pregou a imunização de rebanho, pregou medicamento não comprovado, foi charlatão prescrevendo medicamento sem eficácia…”, declarou o presidente da CPI da Covid. “Então, ele tem crimes sérios, só que o genocídio é muito mais sério que isso tudo. O meu medo é esse crime (genocídio) ser arquivado no futuro e os outros dizerem ‘está vendo, eles estavam errados’. Mas, se o Renan mantiver esse ponto, eu votarei a favor”, acrescentou Aziz.

A Bolsonaro, falta “vontade e competência”, diz Gleisi

Ontem, sobre a “situação da fome no Brasil“, que se tornou “tão grave” a ponto de “alarmes antifurtos” se tornarem comuns “instalados em carnes“, Gleisi se indignou com o presidente e exclamou: “O que Bolsonaro fez com o país, meu Deus!

Em alguns açougues só estão entregando pedidos de alguns clientes considerados ‘duvidosos’ “depois do pagamento“. Além disso, pessoas estão sendo condenadas “por roubar” o alimento, diante desta crise. “Em São Paulo, um homem foi condenado a 7 anos de prisão“, disse Gleisi no Twitter.

De acordo do a deputada, “Bolsonaro não tem política concreta pra enfrentar a miséria” após “três anos de governo” e falta “vontade e competência“, tendo o chefe do Executivo sido obrigado a cancelar o tal Auxílio Brasil, que destrói o premiado Bolsa Família“.

Gleisi afirma que o “objetivo é um só, eleitoreiro e não socorrer quem passa fome“.

Comente