Bolsonaro deve aceitar derrota nas urnas, disseram seus próprios eleitores à Quaest/Genial

68% dos seus apoiadores eleitorais acham que o presidente deve se conformar com a vitória de LULA, que pode ganhar já no primeiro turno, em outubro

De acordo com a pesquisa Quaest/Genial feita, divulgada nesta quarta-feira (11/5), 68% dos eleitores que votarão no presidente Jair Bolsonaro (PL) responderam que ele deve “aceitar a derrota” nas urnas, em outubro, e outros 27% afirmaram que ele deveria rejeitar a provável vitória de LULA, que deve garantí-la já no primeiro turno.

No mesmo levantamento, 92% daqueles que votarão no ex-presidente também querem que o atual ocupante do Palácio do Planalto deixe o processo eleitoral em paz e mais 93% dos que não votarão “nem Bolsonaro, nem Lula” querem a aceitação do fracasso de seu governo e do resultado negativo nas urnas.

Assim, no conjunto do eleitorado, o alcance é de que um total de 85% de todos os entrevistados acreditam que ele deve “aceitar a derrota”. confirme mostrou Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo.

Entre os mais jovens, de 16 a 24 anos, o percentual chega a 91%. Já entre os que têm mais de 60 anos, ele cai para 78%.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.