Bolsonaristas convocam ato pelo fechamento do Supremo com vídeos de insulto – é a velha tática agressiva das fake news de campanha – SAIBA MAIS


Setores da extrema-direita bolsonarista estão convocando pelas redes sociais protestos contra o STF (Supremo Tribunal Federal). A convocação é feita por meio de peças publicitárias agressivas


Setores da extrema-direita bolsonarista estão convocando pelas redes sociais protestos contra o STF (Supremo Tribunal Federal). A convocação é feita por meio de peças publicitárias agressivas


Segundo a coluna Painel da Folha de S.Paulo, um dos vídeos que viralizou faz um mix de discursos de youtubers de direita e do escritor Olavo de Carvalho, pregando “o expurgo dos 11 cães que estão no STF” e o fechamento do tribunal.  

Criado pelo mesmo militante da extrema-direita que já colaborou com peças para um perfil chamado “República de Curitiba”, dedicado a enaltecer a Lava Jato, o vídeo insulta os membros da corte e o próprio STF. 

Em algumas passagens do filme, fotos de ministros do Supremo são manchadas com sangue, e imagens de todo o plenário são tingidas de vermelho.  

Bolsonaro está sendo aconselhado por pessoas do seu círculo a não apoiar movimentos contra o STF, levando em conta a proximidade do presidente da corte, Dias Toffoli, com o ocupante do Palácio do Planalto. 

Foi Toffoli que decidiu paralisar as investigações contra Flavio Bolsonaro.

Comente

2 comentários em “Bolsonaristas convocam ato pelo fechamento do Supremo com vídeos de insulto – é a velha tática agressiva das fake news de campanha – SAIBA MAIS”

  1. Pois então, criaram os monstros, alimentaram com ódio e agora se surpreendem? interdição já. não ha outra saída: é ele no hospicio com sua familia e Lula na presidência para novamente dar seu suor e sangue e consertar o Brasil tirando o povo da miséria!

  2. Pingback: Bolsonaristas convocam ato pelo fechamento do Supremo com vídeos de insulto – é a velha tática agressiva das fake news de campanha – SAIBA MAIS — | Gustavo Horta

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.