Autoridade dos EUA diz que inglês de Zero Três é sofrível e teve que falar ‘portunhol’


Uma autoridade do governo norte-americano, que esteve reunida com Eduardo em sua visita em Washington em novembro do ano passado, disse que o inglês do deputado é sofrível e que comunicação com brasileiro teve de ser em “portunhol”



Se a fluência em inglês é um pré-requisito para ser embaixador do Estados Unidos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), parece não estar pronto para o cargo.

Uma autoridade do governo norte-americano, que esteve reunido com Eduardo em sua visita em Washington em novembro do ano passado, disse que o inlgês do deputado é sofrível.

“Autoridade dos EUA – que participou de reunião com Eduardo em novembro do ano passado em Washington- disse que sentiram dificuldade de prosseguir conversa em inglês e ofereceram se o deputado preferia seguir em espanhol. “Também não funcionou, foi em portunhol”- disse”, relatou a jornalista Raquel Krähenbühl, correspondete da Globo na Casa Branca.

via Brasil 247


Comente

1 comentário em “Autoridade dos EUA diz que inglês de Zero Três é sofrível e teve que falar ‘portunhol’”

  1. Magda ferreira santos

    ESTE É O IMBECIL QUE REPRESENTA COM PERFEIÇÃO A ESTULTICE DE SEU PAI, MAS JAMAIS O BRASIL!!

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.