Atos pró-Moro pelo país estimula o fascismo

Dino diz que viu e ouviu estímulo ao fascismo nos atos pró-Moro

Eu vejo, eu ouço. Agressões contra o Congresso Nacional e o Supremo, pedidos de “intervenção militar”, tentativas de desqualificar a liberdade de imprensa, defesa de ilegalidades absurdas e abjetas, brigas fascistas. É só uma questão de abrir bem os ouvidos para ouvir certinho, apontou o governador do Maranhão

O caráter fascista das manifestações em favor do ex-juiz Sergio Moro, que é acusado de fraudar um processo judicial para prender o ex-presidente Lula, foi destacado pelo  governador do Maranhão, também juiz de direito. “Eu vejo, eu ouço. Agressões contra o Congresso Nacional e o Supremo, pedidos de “intervenção militar”, tentativas de desqualificar a liberdade de imprensa, defesa de ilegalidades absurdas e abjetas, brigas fascistas. É só uma questão de abrir bem os ouvidos para ouvir certinho”, disse ele.

Seu tweet foi uma resposta a uma manifestação de Moro. Confira:

Eu vejo, eu ouço. Agressões contra o Congresso Nacional e o Supremo, pedidos de “intervenção militar”, tentativas de desqualificar a liberdade de imprensa, defesa de ilegalidades absurdas e abjetas, brigas fascistas. É só uma questão de abrir bem os ouvidos para ouvir certinho.— Flávio Dino 🇧🇷 (@FlavioDino) 30 de junho de 2019

Eu vejo, eu ouço. Lava Jato, projeto anticrime, previdência, reforma, mudança, futuro. pic.twitter.com/K2Oa61jb7F— Sergio Moro (@SF_Moro) 30 de junho de 2019

via Brasil 247

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.