Allan dos Santos quer asilo político nos EUA

25/10/2021 0 Por Redação Urbs Magna
Allan dos Santos quer asilo político nos EUA

O blogueiro das fake news, Allan dos Santos, em foto de Andressa Anholete / Getty Images. O bolsonarista busca pedido de asilo político nos Estados Unidos por se sentir ameaçado pelo Suprema Corte brasileira. Ao fundo, o mapa de Whashington, DC, EUA | Sobreposição de imagens


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

Blogueiro bolsonarista disse que a solicitação será feita em razão de se sentir ameaçado pelo Suprema Corte brasileira

O blogueiro bolsonarista investigado por disseminação de fake news, Allan dos Santos, que atualmente mora nos Estados Unidos, para onde se mudou temendo a prisão, busca asilo político no país, através de seus advogados, alegando que se sente ameaçado pelo Suprema Corte brasileira.

Em entrevista ao ‘Boa Tarde, Brasil‘, da Rádio Guaíba, na tarde desta segunda (25), Santos afirmou que “eles falam que eu ameaço membros da Suprema Corte, o que a juíza da 14° Vara do Tribunal de Brasília achou um absurdo“.

O blogueiro recomenda a leitura da “decisão da juíza sobre denúncia dos dois procuradores” que o denunciaram. Allan dos Santos afirma que ambos o “denunciaram manipulando trechos de um vídeo” de sua atuação em um de seus canais extintos a pedido da Justiça brasileira.

“Ela [a juíza] disse que, pelo contrário, parece mais que o ministro [Luis Roberto Barroso] estaria intimidando jornalistas“, afirmou o blogueiro à rádio gaúcha. “Esta na decisão da juíza. Ela também fala que eu não tenho meios para ameaçar membros da Suprema Corte, já que eles têm segurança, policiais, eu estou nos Estados Unidos e eles aí [no Brasil] … eu, agora que estou sendo ameaçado, não estou me sentindo, mas sendo ameaçado por um membro da suprema corte”, disse Allan dos Santos, cuja transcrição do áudio foi feita pelo portal DCM.

Na entrevista à Rádio Guaíba, o blogueiro das fake news afirmou que a Constituição Federal do Brasil não é respeitada e que Alexandre de Moraes está interferindo na Polícia Federal. Segundo ele, o caso é pessoal: “Não o STF, mas o Alexandre de Morais“, enfatiza.

Santos acrescenta que “o problema foi colocado pelo próprio ministro Marco Aurélio Mello, porque o próprio STF em si impede que a decisão monocrática seja interferida por um outro“.

O blogueiro diz que “estamos diante de uma crise, em termos de legislação, quase insolúvel, mas, mesmo assim, não podemos dar a ela um grau de normalidade que ela não tem”.

Allan dos Santos é investigado no inquérito que apura incitação a atos antidemocráticos e ataques ao STF.

O perfil original do jornalista no YouTube foi bloqueado no ano passado por determinação de Moraes. Para driblar as suspensões de suas contas nas redes sociais, Allan criou outras reservas, mas agora o blogueiro teve as principais deletadas das redes, que exibem aviso de que o ato ocorre por decisão da Justiça brasileira.

Comente