Allan dos Santos pode ser deportado dos EUA para o Brasil ou preso por ‘stalking’, diz Maria Christina (vídeo)

Na mesma gravação, a ex-mulher de Valdemar Costa Neto afirma que o presidente do PL deve expulsar a deputada Carla Zambelli ou perderá o partido – Assista

Um vídeo que circula em grupos de WhatsApp mostra Maria Christina Mendes Caldeira, ex-mulher do presidente do PL (Partido Liberal), Valdemar Costa Neto, fazendo uma live nos EUA, em que afirma que o blogueiro das fake news, Allan dos Santos, poderá ser deportado para o Brasil ou mesmo preso por ‘stalking’.

As imagens foram gravadas após os protestos de bolsonaristas contra a presença dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) na Big Apple. Mendes Caldeira cita o episídio em que o autodenominado jornalista filmou, assediou moralmente e xingou um participante de um evento da Lide em Manhattan, Nova Iorque, confundindo-o com o CEO da Natura.

A ex-mulher do presidente do PL diz que os EUA, onde trabalha como motorista do aplicativo Uber, são o país da liberdade, mas lá existe lei. Por este motivo, ela sugere que os seguidores do presidente derrotado nas urnas, Jair Bolsonaro, procurem o Afeganistão para fixar residência.

Sobre a deputada federal Carla Zambelli, Maria Christina diz que seu ex-marido deve expulsá-la do PL, do contrário ele perderá o partido.

Assista a seguir:

Comente

1 comentário em “Allan dos Santos pode ser deportado dos EUA para o Brasil ou preso por ‘stalking’, diz Maria Christina (vídeo)”

  1. Marcia Regina Travassos Trugano

    Tb achei absurdo essa gente abjeta fazendo horrores aí. Sei que lá tem lei,às nossos ministros se deixaram lesar! Até o Rodrigo Maia, na Bahia. Tinha eu gritado por polícia na hora. Amarrava aquela mulher no resort esperando a polícia

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.