‘A Amazônia é ‘virgem’ desde 1500′, diz Bolsonaro a investidores de Dubai

O presidente Jair Bolsonaro em Dubai sendo recebido para entrevista / Imagem reprodução. Ao fundo, uma parte da Amazônia arde em chamas, desmentindo o que o chefe do Executivo brasileiro afirmou aos Árabes | Sobreposição de imagens


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

O presidente afirmou que a floresta é “paraíso” que “não pega fogo” e que está praticamente “intocada” desde o descobrimento do Brasil

A uma plateia de empresários e investidores em Dubai reunida nesta segunda-feira (15) durante o fórum Invest in Brazil, o presidente Jair Bolsonaro, disse que a Amazônia “está exatamente igual a quando o Brasil foi descoberto em 1500″, ou seja, ‘virgem’ desde 1500′, quando Pedro Álvares Cabral chegou em Porto Seguro, na Bahia. O chefe do Executivo acrescentou que “nossa Amazônia, por ser uma floresta úmida, não pega fogo“.

A imagem que o presidente quis transmitir aos árabes é a de que a Amazônia está praticamente “intocada” desde o descobrimento do Brasil, conforme mostra matéria na Folha de S. Paulo. Mas todos sabem que isso é outra mentira de Bolsonaro, que também afirmou que as críticas recebidas por seu governo nessa área não são justas. Leia toda a transcrição de sua fala, abaixo:

Um passeio pela Amazônia é algo fantástico. Com certeza, uma viagem inesquecível. Além de turismo, vocês poderão conhecer o que seria um paraíso aqui na Terra“.

Vocês comprovarão isso e trarão uma imagem que condiz com a realidade. Os ataques que o Brasil sofre quando se fala em Amazônia não são justos. Mais de 90% daquela área está preservada. Está exatamente igual a quando o Brasil foi descoberto em 1500“, afirmou.

Nossa Amazônia, por ser uma floresta úmida, não pega fogo“.

Temos uma das agriculturas mais pujantes do mundo. Alimentamos mais de 1 bilhão de pessoas pelo mundo. Sabemos da nossa responsabilidade. Todos sabem que qualquer país busca a sua segurança alimentar. O Brasil está de portas abertas para negócios voltados para a agricultura“, declarou.

Bolsonaro também incentivou investimentos na mineração no Brasil, dizendo que o país tem “toda a tabela periódica” debaixo do solo.

O Estadão também mostrou as mentiras que não só Bolsonaro, mas também seus ministros, tentaram empurrar aos árabes: ‘um Brasil distante do real‘, com ‘cenários positivos para meio ambiente e economia‘.

Além de também noticiar a fala presidencial sobre a virgindade amazônica, o jornal acrescentou a tentativa do chanceler Carlos França mostrar que o governo é bem sucedido na proteção ao meio ambiente.

Quanto à economia, a mídia mostra que o ministro da Economia, Paulo Guedes, louco por “petrodólares”, disse que os juros estão baixos, quando a realidade é que o ciclo é de alta para a taxa Selic, que chegou a 7,75% e deve atingir um patamar acima de 10% no ano que vem, conforme projeções de economistas e bancos privados.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.