Vídeo: “Virei boiola igual maranhense”, diz Bolsonaro no Maranhão

29/10/2020 0 Por Redação Urbs Magna

Flávio Dino diz que o presidente será processado pela piada em referência à cor rosa do Guaraná Jesus, produzido no Estado

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usou as redes sociais nesta quinta-feira (29) para informar que vai processar o presidente Jair Bolsonaro. Durante visita ao estado, o presidente fez uma piada homofóbica envolvendo maranhenses.

Bolsonaro disse que virou boiola “igual maranhense”, ao se referir à cor rosa do Guaraná Jesus, produzido no Estado.

Em seu perfil do Twitter, Dino disse: “Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda politica. Será processado”.

Assista:

Sobre o Guaraná Jesus

A bebida é única, doce com um toque de cravo e canela e, claro, com coloração rosada inconfundível. Seu slogan: “O sabor de viver o Maranhão”. O Guaraná Jesus está culturalmente integrado ao dia a dia dos maranhenses e o produto faz parte da vida e da história das famílias da região. 

O Guaraná Jesus era produzido e engarrafado somente pela Solar BR Coca-Cola (fabricante do Sistema Coca-Cola Brasil) em São Luís, no Maranhão, e distribuído em três estados do país: o próprio Maranhão, Piauí e Tocantins. Até a Coca-Cola FEMSA, confirmar a distribuição do refrigerante em São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

O guaraná também chegou a Brasília, que tem concentração importante de maranhenses.

Origem

Em 1927, a bebida cor-de-rosa foi inventada num pequeno laboratório em São Luis, pelo farmacêutico Jesus Norberto Gomes. Daí vem o nome que ficou tão famoso! Gomes nasceu na cidade de Vitória do Mearim, no Maranhão, em 1891. Aos 14 anos de idade foi morar em São Luís para buscar trabalho.

Seu primeiro emprego foi na farmácia Marques, onde aprendeu em pouco tempo as receitas. Aos 20 anos, tornou-se empreendedor e comprou a farmácia Galvão, onde foi criada uma seção de águas gasosas e refrigerantes, o que era comum na época. Nesse estabelecimento surgiu o primeiro Guaraná Jesus, com leve sabor amargo. A primeira versão do produto não agradou tanto, mas, focado, Gomes continuou as experiências e logo chegou à fórmula atual do Guaraná Jesus. 

Guaraná Jesus e a Coca-Cola Brasil  

Em 1980, a família de Gomes vendeu a marca à antiga Companhia Maranhense de Refrigerantes, na época franqueada da Coca-Cola Brasil no estado. Em 2001, o guaraná foi adquirido pela Coca-Cola Brasil e passou a fazer parte do portfólio de produtos, mantendo o seu sabor e cor característica e identificação com a cultura local. Assim, preservando a história da marca, como, o logotipo “Jesus” remete à assinatura do seu criador.

Telegram: Acesse e SIGA NOSSO CANAL

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.