Vídeo: “Necropolítica de Bolsonaro é crime de lesa humanidade”, diz eurodeputado

17/04/2021 0 Por Redação Urbs Magna

A fala do deputado do Parlamento Europeu se deu há dois dias durante seu discurso na reunião em Bruxelas, quando o embaixador brasileiro na União Europeia, Marcos Galvão, pediu vacinas para tirar o Brasil “da situação desastrosa” em que se encontra

Durante audiência com deputados do Parlamento Europeu, em Bruxelas, o representante do Brasil ouviu que o presidente Jair Bolsonaro deve ser responsabilizado por omissão na gestão da epidemia de Covid-19 e por sua “necropolítica” vergonhosa.

Uma das falas de destaque foi a do deputado espanhol Miguel Urbán Crespo, cofundador do partido de esquerda Podemos, que, durante seu discurso, enfatizou que “por omissão, a necropolítica de Bolsonaro significa um crime lesa-pátria contra o povo brasileiro”.

Urbán Crespo lembrou que o Brasil é agora o epicentro da pandemia e o ritmo de vacinação é dez vezes inferior à capacidade do país.

“A verdade é que hoje o Brasil é o epicentro da pandemia. 3% da população mundial é brasileira, mas o Brasil registra 12% das mortes e 10% dos contágios por coronavírus em todo o mundo”, afirmou o deputado.

Leia seu discurso na sequência a seguir:

“A situação sanitária do Brasil é terrível. Os sistemas de saúde estão à beira do colapso e o ritmo de vacinação é 10 vezes inferior à capacidade do país”.

“Mas essa crise não é só sanitária, ela tem causas políticas. E, no Brasil, essas causas tem um nome e um responsável: é o governo Bolsonaro”.

“Em vez de declarar guerra à pobreza, Bolsonaro declarou guerra aos pobres. E em vez de declarar guerra ao vírus, Bolsonaro declarou guerra à ciência, à medicina, ao senso comum e à vida”.

“O resultado é o aprofundamento das desigualdades socioeconômicas, da pobreza e das crises, que já sofrem as maiorias sociais no Brasil”.

“Quaro deputadas brasileiras denunciaram essa situação recentemente junto à OMS (Organização Mundial de Saúde) e nos escreveram, ao Parlamento Europeu, para nos informar.”

“É uma lástima que não tenham sido convidadas a esta reunião, como justamente solicitou nosso grupo”.

“Acabamos de saber agora que Bolsonaro aprovou¹ um PL (projeto de lei) que permite às empresas privadas negociar diretamente com as farmacêuticas a compra de vacinas, uma clássica estratégia neoliberal de deixar morrer os serviços públicos para apresentar ao mercado como a única solução de emergência perante a crise.

¹Bolsonaro ainda não sancionou a lei. O PL 948/2021, de autoria do deputado federal Hildo Rocha (MDB-MA) e que tem como ementa “Altera o art. 2º da Lei nº 14.125, de 10 de março de 2021, para estabelecer regras de aquisição e doação de vacinas por pessoas jurídicas de direito privado“, ainda se encontra na Câmara com o status “Aguardando Apreciação pelo Senado Federal“.

“Isso, Senhorias, elevará o preço das vacinas, concebidas como mercadorias e não como um direito humano, como deveria ser. Mais benefícios para alguns poucos, mais mortes e sofrimento para milhares”.

“Falemos claramente: por ação ou por omissão, a necropolítica de Bolsonaro constitui um crime de lesa humanidade contra a população brasileira”.

“Diante dessa situação catastrófica, tenho duas perguntas: a primeira, justamente para Camila Asano², é sobre como a sociedade civil brasileira está impulsionando iniciativas solidárias para ocupar o vazio que deixa mal o governo no Brasil. Gostaria de perguntar-lhe o que podemos fazer, desde o Parlamento Europeu, para apoiar justamente essas iniciativas. E por por último, gostaria de perguntar como, ante esta situação, a União Europeia se permite ao luxo de continuar negociando no Mercosul com Bolsonaro. É uma verdadeira vergonha!”

²Camila Asano é graduada em Relações Internacionais e mestre em Ciência Política pela USP. É coordenadora de programas da Conectas Direitos Humanos, organização que trabalha pela promoção dos direitos humanos, tendo como foco de atuação o Brasil e países do Sul Global.

O vídeo com o discurso do eurodeputado foi divulgado pela deputada federal Fernanda Melchiona (Psol-RS). As imagens com a fala de Camila Asano na audiência com o Parlamento Europeu estão na sequência abaixo:

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.