Vem aí o ‘Horóscopo do MEC’ segundo Olavo de Carvalho – Isso é sério

15/07/2019 1 Por Redação Urbs Magna

Doutrinado pelo astrólogo Olavo de Carvalho, Abraham Weintraub lança “horóscopo de estudo” no MEC – Em uma ação nas redes sociais, o MEC lançou um “horóscopo do estudo”, apontando a relação de Weintraub com o guru do clã Bolsonaro, principal responsável pela participação do ministro no governo


O ministro da Educação Abraham Weintraub voltou a ser alvo de críticas na noite deste domingo (14) – e não foi somente pelo plano de privatização e cobrança de mensalidades nas universidades federais.

Em uma ação nas redes sociais, o MEC lançou um “horóscopo do estudo”, apontando a relação de Weintraub com o astrólogo Olavo de Carvalho, guru do clã Bolsonaro e principal responsável pela participação do ministro no governo.

Como forma de reaproximar os jovens, afetados pelos cortes e pelas mudanças no ENAM, o MEC lançou uma série de cards que relaciona os doze signos do zodíaco com hábitos de estudo. A medida não foi bem recebida e gerou diversas críticas nas redes.

@galvoner, será que é o @opropriolavoque esta colocado seus conhecimentos em prática no perfil do mec?

— KaynancomKY (@KaynanCamilo) July 14, 2019

pic.twitter.com/MhNl5GUDfe

— Oi, Waguinho!🔺 (@oiwaguinho) July 14, 2019

qual é o signo ♉que queria fazer pós graduação📚 mas não pode mais🙀 pq cortaram as bolsas💸????🔝

— these pretzels are making me thirsty (@jampamatos) July 14, 2019

2019, o ano que o MEC propaga a astrologia. Inacreditável. Estamos novamente no obscurantismo e como um órgão de educação é importante divulgar a CIÊNCIA. 🤦

— Gilead Horror Story (@mulherzinhas) July 14, 2019

vocês vão anunciar a destruição das universidades enquanto fazem piadinhas sem graça

— gaf (@notasurbanas) July 14, 2019

SIGA Et Urbs Magna

FacebookTwitterInstagram

via Revista Fórum

𝘊𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵𝘦 𝘤𝘰𝘮 𝘴𝘦𝘶 𝘍𝘢𝘤𝘦𝘣𝘰𝘰𝘬 𝘰𝘶 𝘶𝘵𝘪𝘭𝘪𝘻𝘦 𝘢 𝘰𝘶𝘵𝘳𝘢 𝘴𝘦çã𝘰 𝘮𝘢𝘯𝘵𝘪𝘥𝘢 𝘢𝘣𝘢𝘪𝘹𝘰. 𝘖𝘴 𝘤𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦 𝘳𝘦𝘴𝘱𝘰𝘯𝘴𝘢𝘣𝘪𝘭𝘪𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘥𝘦 𝘲𝘶𝘦𝘮 𝘰𝘴 𝘱𝘶𝘣𝘭𝘪𝘤𝘢 𝘦 𝘱𝘰𝘥𝘦𝘮 𝘯ã𝘰 𝘳𝘦𝘧𝘭𝘦𝘵𝘪𝘳 𝘢 𝘰𝘱𝘪𝘯𝘪ã𝘰 𝘥𝘰 𝘴𝘪𝘵𝘦. 𝘛𝘦𝘹𝘵𝘰𝘴 𝘷𝘶𝘭𝘨𝘢𝘳𝘦𝘴 𝘦 𝘥𝘪𝘴𝘤𝘶𝘳𝘴𝘰𝘴 𝘥𝘦 ó𝘥𝘪𝘰 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦𝘴𝘯𝘦𝘤𝘦𝘴𝘴á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘱𝘢𝘳𝘢 𝘢 𝘤𝘰𝘯𝘴𝘵𝘳𝘶çã𝘰 𝘥𝘦 𝘶𝘮𝘢 𝘴𝘰𝘤𝘪𝘦𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘤𝘪𝘷𝘪𝘭𝘪𝘻𝘢𝘥𝘢. 𝘕𝘦𝘴𝘵𝘦𝘴 𝘤𝘢𝘴𝘰𝘴, 𝘳𝘦𝘴𝘦𝘳𝘷𝘢𝘮𝘰-𝘯𝘰𝘴 𝘰 𝘥𝘪𝘳𝘦𝘪𝘵𝘰 𝘥𝘦 𝘣𝘢𝘯𝘪𝘳 𝘴𝘦𝘶𝘴 𝘱𝘦𝘳𝘧𝘪𝘴.
Anúncios