‘Vamos espalhar a verdade em vez de fake news’, diz Symmy Larrat a Moro e mais desinformadores (vídeo)

Silvio Almeida (MDHC) acionou a AGU para que sejam tomadas providências cabíveis em âmbito administrativo, cível e criminal contra parlamentares que distorceram a informação – ASSISTA

O ministro dos Direitos Humanos e Cidadania, Silvio Almeida, acionou a AGU (Advocacia Geral da União) para que sejam tomadas providências cabíveis em âmbito administrativo, cível e criminal contra os deputados federais Nikolas Ferreira (PL-MG) e Filipe Barros (PL-PR) por espalharem vídeos com ofensas e informações falsas de que o Governo do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), teria permitido o banheiro unissex em todas as escolas do Brasil.

O Senador Sergio Moro (União Brasil-PR) foi outra figura pública que postou tais mentiras. Na rede social ‘X‘, as publicações atacando o governo Lula prosseguem desenfreadamente, devido à repercussão dada por perfis com milhares de seguidores.

No ofício, Almeida relata que Nikolas divulgou vídeo em que distorce completamente a Resolução do Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas LGBTQIA+, órgão autônomo em suas decisões. Já o deputado Felipe Barros afirmou que o Ministério dos Direitos Humanos “instituiu” o banheiro unissex nas escolas brasileiras.

O ofício esclarece que, diferentemente do que afirmam os deputados, nem o ministro nem o presidente tiveram qualquer participação ou influência na produção da resolução e consideram ainda os comentários ofensivos e crimes contra a honra e de dano moral cometido em face do ministro e do presidente, conforme publicou Lauro Jardim, no ‘Globo‘.

Após a representação, o MDHC divulgou fala em que a Secretária Nacional dos direitos das Pessoas LGBTQIA+, Symmy Larrat, explica a resolução e pede aos mentirosos: “Vamos espalhar a verdade em vez de ficar propagando essas fake news?

As resoluções “não têm força de lei” e representam apenas uma “opinião” do conselho, que tem a intenção de “diálogar com a sociedade, acerca de diversos assuntos”:

Assista a seguir:

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.