Tag: Temer

Desemprego: Após Temer e com Bolsonaro, crise já atinge 27,9 milhões

Por Redação Urbs Magna

Após reforma trabalhista de Temer e sob Bolsonaro, Brasil bate recorde com 27,9 milhões de subutilizados – Grupo de pessoas que inclui desocupados, quem trabalha menos de 40 horas semanais e os disponíveis para trabalhar, mas que não conseguem procurar emprego, chegou ao pico da série, iniciada em 2012, segundo o IBGE

Anúncios

Doleiro de ex-ministro de Temer, que acaba de ser preso, é encontrado morto

Por Redação Urbs Magna

Preso duas vezes, o doleiro Antônio Claudio Albermaz Cordeiro foi encontrado morto dentro de sua casa, em Porto Alegre (RS), na tarde de domingo (24); a Polícia Civil investigará as circunstâncias da morte. Por enquanto, a principal hipótese é de suicídio; de acordo com delatores, o doleiro teria repassado R$ 1 milhão em espécie em favor do Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil no governo de Michel Temer, que está preso pela Lava Jato

Saudades de Temer: Reforma de Bolsonaro é muito pior que a Previdência do Vampirão – aposentadoria pode subir + 5 anos

Por Redação Urbs Magna

Trabalhar mais para se aposentar; essa é a tônica dos governos Temer e Bolsonaro no quesito reforma da previdência; segundo simulações feitas pelo economista Pedro Fernando Nery, especialista em previdência, a reforma proposta por Bolsonaro, no entanto, é ainda pior do que a reforma proposta por Temer, rechaçada pela população e até pelo Congresso; o levantamento do economista prevê que o tempo de espera para aposentadoria pode subir em até cinco anos se comparado a projeto previdenciário do governo anterior

Caras de pau: Após conquista de 16% que cobrem inclusive o auxílio-moradia, juízes vão aprovar o benefício de volta

Por Redação Urbs Magna

No dia 26 de novembro, o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, acabou com o auxílio-moradia para magistrados, após um acordo com Michel Temer, que em troca sancionou o reajuste de 16,38% no salário dos integrantes da Corte a partir de 2019, mas deixou as portas abertas para que o benefício fosse recriado. Os rendimentos dos ministros do Supremo servem como base para os membros do Judiciário. O reajuste terá um impacto de R$ 1,4 bilhão para a União.