Tag: Telegram

Editor do Intercept diz que instituições brasileiras não são confiáveis e avisa: reportagens vão continuar

Por Redação Urbs Magna

“A Vaza Jato mostrou que não se deve ter fé cega em investigações promovidas pelo estado, que é preciso manter o ceticismo como um muro bem alto. A julgar pela cobertura da ação da PF de Araraquara, muita gente não aprendeu nada. Ou o problema é outro”, aponta Leandro Demori

‘Hacker’ de Araraquara diz ser a fonte do Intercept, mas não prova acusação

Por Redação Urbs Magna

Walter Delgatti Neto, apelidado de “Vermelho”, preso nesta terça-feira (23) por suspeita de “hackear” autoridades, afirmou a investigadores da chamada Operação Spoofing ter dado ao jornalista Glenn Greenwald acesso a informações capturadas do aplicativo Telegram, mas não apresentou nenhuma prova

“Quem não se adapta, morre!”, disse Dallagnol a Mô. Ambos esperneiam com Moro, mas arquivos são autênticos

Por Redação Urbs Magna

Sergio Moro, Dallagnol e Monique Cheker (Mô) – e a própria Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) – estão em uma campanha febril para desqualificar as mensagens trocadas entre procuradores e bombardeadas na mídia pelo Intercept Brasil mas… “não vai dar boa”

Folha lança dúvida quanto a autenticidade das conversas de Moro e Lava Jato, expostas por Glenn no ‘The Intercept’

Por Dino Barsa

A folha de São Paulo publicou matéria lançando dúvida quanto aos diálogos entre Moro e Lava . Segundo a mídia o vazamento “tem caminho improvável para autenticidade, por entraves para perícia que envolvem exclusão de mensagens e falta de acesso a equipamentos e arquivos. Leia:

“A cada mentira, nós publicaremos prova de que Moro está mentindo”, diz Greenwald

Por Redação Urbs Magna

Após as novas revelações, Glenn respondeu a Moro no Twitter: “Como eu disse antes, Sergio Moro deveria parar de mentir quando tenta se defender, porque nós temos as evidências e os fatos”; na prática, ele revelou que seu método será encurralar o ex-juiz que usou seu poder para forjar uma acusação contra o ex-presidente Lula e abrir espaço para a chegada da extrema direita ao poder