Tag: Ricardo Lewandowski

Lula pode dar entrevista para quem quiser, sem passar por autorização de Carolina Lebbos

Por Redação Urbs Magna

Desembargador João Pedro Gebran, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), decidiu estender a todos os meios de comunicação que “postulem esse direito” a autorização concedida por Ricardo Lewandowski, do STF

Anúncios

Lula poderá ser beneficiado em Habeas Corpus coletivo – prisão automática é inconstitucional

Por Redação Urbs Magna

Lewandowski deve liberar seu voto no habeas corpus coletivo que pode beneficiar Lula – A medida defende que a súmula do TRF-4 que autoriza a prisão depois de segunda instância de forma automática é inconstitucional

Dias Toffoli é um incompetente! Ele não pode suspender liminar e defesa de Lula exige sua liberdade

Por Redação Urbs Magna

“Toffoli suspendeu a liminar contrariando regras do STF, que permitem suspensão apenas pelo Plenário. Procuradores mentiram à população,ao dizer que a liminar soltaria homicidas e outros tipos. Já a Constituição…. todos sabem que passou a ser um detalhe. Enquanto isso, onde está Queiroz?”, atacou Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT.

Lewandowski manda prender passageiro que lhe disse: “O STF é uma vergonha”. Agora, ministro não sabe em qual crime enquadrá-lo

Por Redação Urbs Magna

Em resposta a um passageiro que o reconheceu e dirigiu-lhe a palavra afirmando que o “Supremo é uma vergonha”, o ministro, claramente irritado, perguntou se o cidadão “queria ser preso” e solicitou que um comissário de bordo chamasse a Polícia Federal.

STF julgará Lula na terça (4), ou seja, julgará e absolverá Sergio Moro

Por Redação Urbs Magna

O ministro Ricardo Lewandowski, marcou para a próxima terça-feira,  dia 4, o julgamento do caso onde o ex-presidente alega que houve “perda de imparcialidade” do ex-juiz federal Sergio Moro por ele ter aceitado ser ministro da Justiça e Segurança Pública do governo do presidente da República eleito, Jair Bolsonaro.

TOFFOLI DIZ QUE LULA NÃO VAI DAR ENTREVISTA COISÍSSIMA NENHUMA. LEWANDOWSKI CONSENTE E SE CALA

Por Redação Urbs Magna

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, decidiu, mais uma vez, censurar a imprensa e silenciar o ex-presidente Lula, afrontando decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU; provocado por uma nova decisão do ministro Ricardo Lewandowski, em defesa da liberdade de expressão, Toffoli despachou pedindo para que fosse cumprida liminar do ministro Luiz Fux, que proibiu entrevistas de Lula; embora o comitê da ONU tenha garantido os direitos políticos de Lula e também de conceder entrevistas, ele foi proibido de votar, de ser votado e também de falar ao povo brasileiro que seu candidato é Fernando Haddad