Tag: militares

Paulo Pimenta: “Alguém vai ser demitido”, diz após MEC retuitar crítica de Gleisi à ‘guerra’ entre Olavo de Carvalho e os militares

Por Redação Urbs Magna

O clima de “guerra” entre o “guru” da família Bolsonaro e os militares do governo provocou até mesmo reação por parte do Ministério da Educação (MEC). A assessoria da pasta retuitou uma postagem de Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, na qual ela recrimina o bate-boca virtual.

Anúncios

Grupos Bolsonaristas resistem à Reforma da Previdência e Paulo Guedes fica com a ‘brocha na mão’

Por Redação Urbs Magna

O isolamento do PSL na Câmara, o dissenso dentro do partido do presidente sobre a reforma da previdência e a desarticulação política capitaneada por Onyx Lorenzoni deixaram o ministro Paulo Guedes com a ‘brocha na mão’. A equipe econômica do governo não tem esperança de contar com grupos que apoiaram Jair Bolsonaro para turbinar a propaganda em prol da reforma. Nem os apelos de Rodrigo Maia – para o governo alimente seus seguidores na internet – surtem mais efeito. Grupos majoritariamente bolsonaristas, como policiais civis, militares, federais e rodoviários, resistem à reforma.

Militares impunes da ditadura de 64 assaltam de novo a democracia

Por Redação Urbs Magna

Por ser o único país da América do Sul que não puniu os militares e civis envolvidos com graves violações de direitos humanos cometidas pelo Estado no período ditatorial (1964-85), o Brasil assiste agora a um novo assalto à democracia e suas conquistas sociais, realizado sob novas formas mas pelos mesmos poderes. Um segundo período autoritário se inicia. O horror de agora vai se juntar ao horror não punido e aumentar o tamanho da conta a ser paga.

Moro e Bolsonaro estão proibidos de comentar as investigações do Coaf, mas silêncio de Flávio revolta militares

Por Redação Urbs Magna

Após o Jornal Nacional revelar que um novo relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) trazem movimentações financeiras atípicas do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o Palácio do Planalto não só tenta blindar o presidente Jair Bolsonaro (20/1) para que as denúncias não o atinga como também o proibiu de comentar o assunto. A comunicação da Presidência da República acredita que qualquer fala do chefe do Executivo brasileiro pode fortalecer as suspeitas que recaem sobre seu filho mais velho, ao invés de diminuí-las.