Tag: entreguismo

180 dias de Bolsonaro – a entrega do nosso país

Por Redação Urbs Magna

Falta de projeto, entreguismo e muita bagunça. Assim podemos resumir os seis primeiros meses do governo do presidente Jair Bolsonaro

Anúncios

Olavo de Carvalho janta com Steve Bannon para festejar o sucateamento brasileiro

Por Redação Urbs Magna

Em um festival frívolo de clichês, troca de afagos e bravatas, o estrategista de extrema-direita americano Steve Bannon recebeu o guru do governo Bolsonaro Olavo de Carvalho em sua casa em Washington; um dia antes, Bannon havia jantado com Olavo na casa do escritor, em Virgínia; o flerte entre os dois extremistas tem nome: o interesse americano pela economia brasileira; “curioso sobre o Brasil”, Bannon praticamente arguiu Olavo de Carvalho e perguntou sobre cultura, economia, China, Paulo Guedes e Bolsonaro; em clima de festa, Bannon celebrou o slogan do governo brasileiro: “Brasil, acima de tudo, Deus acima de todos”; “eu amei isso, amei isso”, disse o assessor especial de Donald Trump

Seu Bolsonaro, ceder bases militares a estrangeiros é crime! – Afirmação é de Prestes em 1946

Por Redação Urbs Magna

Ceder parte do território nacional para a instalação de bases militares estrangeiras (mesmo que seja a título de aluguel, como se cogita em relação à base de lançamento de foguetes de Alcântara, no Maranhão) não faz parte da tradição diplomática, muito menos militar, brasileira. Cujos governantes e autoridades diplomáticas e militares tem sido defensores de nossa soberania e independência, e atentos ao desempenho das Forças Armadas de sua função constitucional de defender a integridade de nosso território. Nunca é demais lembrar que o artigo 142 da Constituição Federal de 1988 atribui a elas a defesa da pátria.

Esclarecedora reação do “O Globo” à defesa da Embraer – Jornal dos Marinho, em editorial, faz defesa suspeita da empresa brasileira à Boeing.

Por Redação Urbs Magna

É sintomática a reação do jornal O Globo à ação dos deputados federais do Partido dos Trabalhadores (PT) Paulo Pimenta (RS), Carlos Zarattini (SP), Nelson Pellegrino (BA) e Vicente Cândido (SP), que conseguiram limitar suspendendo o processo de venda do controle da divisão de aviação comercial da Embraer para a norte-americana Boeing, agora revogada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª região (TRF-3), acolhendo recurso da Advocacia-Geral da União (AGU). A Boeing e a Embraer anunciaram em julho assinatura de memorando de entendimento para uma transação em que a companhia norte-americana assumirá 80% de uma joint venture (nova empresa) a ser criada por meio da separação da divisão de jatos comerciais da Embraer, a principal da companhia brasileira.