Tag: Ditadura

Abominável, Bolsonaro elogia tortura e morte do pai de Bachelet por Pinochet – é seu mais odioso ataque até hoje, que ocorre às vésperas de sua ida à ONU. Reações negativas do mundo são esperadas

Por Redação Urbs Magna

Em resposta a uma entrevista da Alta Comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, ex-presidente do Chile, Jair Bolsonaro fez o mais odioso de seus ataques até hoje: elogiou a tortura e morte do pai de Bachelet pelo regime sanguinário de Augusto Pinochet, afirmou que o Chile “só não é uma Cuba graças aos que tiveram a coragem de dar um basta à esquerda em 1973” e disse que a ex-presidente está “seguindo a linha” do presidente da França, Emmanuel Macron, tentando se “intrometer nos assuntos internos e na soberania brasileira” ao falar de direitos humanos

Anúncios

“Que gente ordinária”, diz Gilmar Mendes sobre Lava Jato movida por ódio a LULA

Por Redação Urbs Magna

“É um grande vexame e participamos disso. Somos cúmplices dessa gente. Homologamos delação. É altamente constrangedor”, admitiu o ministro do STF, Gilmar Mendes, após as revelações do The Intercept. “A República de Curitiba nada tem de republicana, era uma ditadura completa”, completou

Prisão de Lula é ‘expressão da ditadura no país’, afirma CUT em ato na Paulista

Por Redação Urbs Magna

A ex-ministra Eleonora Menicucci repudiou as ações de Bolsonaro durante o ato da CUT, na Paulista: “esse aí, que ao votar no golpe que tirou a primeira mulher eleita e reeleita, com 54 milhões de votos, para presidenta do país, dedicou seu voto ao maior torturador desse país, o Ustra. Sei o que significa isso, sei bem o que é ser torturada. É abominável e, também, é abominável como ele chegou lá. Por fake news. Este ato é uma manifestação de repúdio a todas essas manifestações que Bolsonaro tem feito a favor da ditadura.”

‘Estado policial de Deltan é a maior crise desde a ditadura’, reage Gilmar Mendes

Por Redação Urbs Magna

Ministro do STF Gilmar Mendes disse que a revelação de que Deltan Dallagnol planejou investigação clandestina contra o ministro Dias Toffoli requer providências urgentes das instituições; “O Brasil está diante da maior crise que se abateu sobre o aparato judicial desde a redemocratização”

Após ser desmascarado, o mentiroso Bolsonaro troca 4 membros da Comissão Especial Sobre Mortos e Desaparecidos Políticos

Por Redação Urbs Magna

Após ser desmentido, Bolsonaro muda comissão sobre mortos na ditadura – Devido à fala de Bolsonaro, a Comissão emitiu um documento provando que o pai do presidente da OAB foi vítima do Estado no regime militar

Bolsonaro, o débil mental, pode sofrer impeachment, após declaração monstruosa sobre pai do presidente da OAB assassinado na ditadura

Por Redação Urbs Magna

O ataque de Jair Bolsonaro ao estudante Fernando Santa Cruz, sequestrado, preso e morto pela Ditadura Militar, motivou o repúdio de diversas instituições, e líderes de partidos políticos à esquerda e à direita, como Dilma Rousseff, Fernando Haddad, Guilherme Boulos, João Doria e Marina Silva; Bolsonaro conseguiu unir todo o campo democrático na repulsa a sua psicopatia