Tag: CNJ

CNJ quer usar regras nas redes sociais para Juízes, que veem censura e autoritarismo na resolução

Por Redação Urbs Magna

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) poderá enfrentar resistências da magistratura se for aprovada sem ajustes uma resolução sobre o uso de redes sociais por juízes

ATAQUES AO STF: CNJ pede informações a juíza da “lava jato” sobre perfil no Twitter

Por Redação Urbs Magna

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, instaurou, nesta sexta-feira (15/3), pedido de providências para que a juíza federal substituta Gabriela Hardt informe se tem conhecimento da existência de perfil, no Twitter, denominado “juíza Gabriela Hardt sincera” (@GabrielaHardt) se autorizou tal uso e se adotou alguma providência para evitar a continuidade de tal prática.

PT VAI A 4 ÓRGÃOS CONTRA A FUNDAÇÃO LAVA-JATO

Por Redação Urbs Magna

O Partido dos Trabalhadores estará protocolando uma representação no Tribunal de Contas da União (TCU) e que irá ainda ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a proposta; o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) promete forte movimentação das bancadas do partido contra proposta na Câmara e Senado; segundo ele, cabe ao parlamento a decisão sobre alocação de recursos no Orçamento Geral da União, então os recursos teriam de ser depositados nos cofres públicos e não nas mãos de uma fundação privada

CNMP e CNJ aprovam auxílio-moradia de R$ 4,3 mil para integrantes do MP e Juízes, após aumento salarial de 16%

Por Redação Urbs Magna

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) aprovou nesta terça-feira (18) uma resolução que permite o pagamento de auxílio-moradia a procuradores e a promotores a partir de janeiro de 2019. Mais cedo, nesta terça-feira, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) também aprovou o auxílio-moradia de R$ 4,3 mil para juízes, mediante algumas regras.

Moro tenta ‘drible da vaca’ contra processo no CNJ

Por Redação Urbs Magna

Para o professor de Direito Constitucional e pós-doutor em Direito Lenio Streck, o juiz Sérgio Moro tenta “um drible da vaca” na legislação para tentar barrar ação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que investiga sua suposta atuação “político-partidária”, após aceitar convite para o ministério da Justiça do governo de Jair Bolsonaro (PSL).