“Socorro, estou sendo preso”, grita médico bolsonarista detido por aglomeração no Dia do Trabalhador

02/05/2021 2 Por Redação Urbs Magna

Por “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa”, dezessete manifestantes foram detidos, neste sábado (1), durante ato em apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro, em Fortaleza, no Ceará.

Do Metrópoles. ASSISTA:

Dezessete manifestantes foram detidos, neste sábado (1º/5), durante ato em apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em Fortaleza, no Ceará. A informação é da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social.

Os bolsonaristas foram levados para os 30º e 2º Distritos Policiais (DPs) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) por infringirem decreto estadual que proíbe aglomerações em razão da pandemia do novo coronavírus.

Um dos manifestantes detidos é o cirurgião plástico Eduardo Furlani, que é diretor técnico médico da Furlani Centro Odontológico. “Socorro, estou sendo preso”, gritou o profissional. “É um cidadão, pagador de impostos”, disse um outro manifestante, que assistia à cena.

Foram registrados Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCOs) em desfavor do grupo, com base no Artigo 268 do Código Penal, que trata sobre “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa”.

Para o 30º DP foram conduzidos 13 manifestantes, e para a 2º DP, quatro. Após o registro dos TCOs e da realização das oitivas pelos delegados plantonistas, os conduzidos foram liberados.

Bolsonaristas realizaram manifestações, neste sábado, em vários pontos do país.

Mais de 17 mil pessoas morreram, até o momento, devido à Covid-19 apenas no Ceará. O estado contabiliza 677,4 mil casos da doença. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde.

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.