“Que seja providenciado um ‘Lulamovel’ à prova de bala de fuzil e de granada”, diz jornalista

20/04/2021 0 Por Redação Urbs Magna

“O Brasil vive a fase da barbárie (…) Quem quer matar, ‘desconfia’ que querem matá-lo”, afirmou Hildegard Angel sobre fake contra Lula. “Não nascemos ontem, estamos ligados nisso também”

A jornalista Hildegard Angel fez uma série de alertas nas redes sociais sobre a possibilidade de um atentado contra a vida de Lula, após a viralização de uma notícia falsa envolvendo o nome do ex-presidente, do STF e de Bolsonaro: “Que seja providenciado um ‘Lulamovel’, a prova de bala de fuzil e, se possível, de granada. O Brasil vive a fase da barbárie”, afirmou no Twitter:

Uma das táticas do bolsonarismo é atribuir a seus opositores e inimigos as suas táticas, suas más intenções e seus ardis“. “Não nascemos ontem“, continua Angel, com sua crítica característica, aguçada após a perda do irmão e, mais tarde, da própria mãe, durante a ditadura militar. “Estamos ligados nisso também“, continuou em outra mensagem na rede social. Para a jornalista, “quem quer fraudar, ‘desconfia’ que será fraudado; quem quer matar, ‘desconfia’ que querem matá-lo“.

Ela se referiu a uma mentira que dizia que Lula e o STF queriam matar Bolsonaro, que foi propagada, nesta-segunda-feira (19) por outra jornalista, Leda Nagle – famosa por ter sido apresentadora do programa Sem Censura na TV Brasil. Com o ex-presidente no páreo para 2022, Angel recomenda atenção neste momento.

A mentira disseminada por Nagle foi produzida no Twitter por um perfil falso atribuído ao atual diretor-geral da PF (Polícia Federal), o delegado Paulo Maiurino. A intenção da conta cover, que não está vinculada ao nome de Maiurino, teve a intenção de manipular a opinião pública contra o ex-presidente. Sabe-se que, infelizmente, quem compartilha fake news sem antes verificar os fatos, em geral deseja que aquilo que lê seja verdade. E um pouco disso também está contido na mensagem de Angel:

Uma das táticas do bolsonarismo é atribuir a seus opositores e inimigos as suas táticas, suas más intenções e seus ardis. Não nascemos ontem, estamos ligados nisso também. Exemplo: quem quer fraudar, ‘desconfia’ que será fraudado; quem quer matar, ‘desconfia’ que querem matá-lo, afirmou Hildegard Angel:

Leda Nagle leu a fake como se fosse verdade e viralizou nas redes:

Hildegard Angel reagiu:

Leda Nagle, você deve estar vivendo numa realidade paralela. Querida, o projeto da violência, das torturas, das mortes, das armas, da eliminação sumária dos opositores não é o de Lula. É o de Bolsonaro e de seus seguidores. Será que você não leu ao contrário? Confere aí”, disse depois da viralização do ocorrido.

Leda Nagle pediu desculpas pelo que fez:

Ontem, o STF divulgou nota sobre o caso:

Circula pelas redes sociais um post atribuído ao novo diretor-geral da Polícia Federal que aponta um mentiroso plano envolvendo ministros do STF. Trata-se de perfil não verificado e, segundo a PF, falso.

O STF reitera o alerta para a importância da checagem de informações suspeitas, como forma de evitar a propagação de fake news com o nome de autoridades e membros da Suprema Corte.

Antes de compartilhar informações, verifique se a fonte é segura.

Para conscientizar a sociedade sobre o tema, o Supremo Tribunal Federal (STF) lançou a série “#VerdadesdoSTF”.”

Comente