PSB quer ter vice com Lula, mas para apoiá-lo em 2022 aceita ajuda do PT a governadores socialistas

14/10/2021 0 Por Redação Urbs Magna
PSB quer ter vice com Lula, mas para apoiá-lo em 2022 aceita ajuda do PT a governadores socialistas

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante encontro com membros do PSB, em 5 de outubro último, em imagem registrada pela lente de deu fotógrafo pessoal, Ricardo Stuckert | Reprodução Twitter


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

O presidente da sigla, Carlos Siqueira, disse que o ex-presidente não terá direito a escolher o nome para compor a chapa, no caso desta condição – que não é uma “equação de simples resolução”

O PSB (Partido Socialista Brasileiro) quer ter a vice-presidência em eventual chapa formada com o provável candidato à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, mas para apoiá-lo em 2022 diz que também aceita a ajuda do PT (Partido dos Trabalhadores) aos seus pré-candidatos a alguns governos de estado, além dos já governadores pessebistas em Pernambuco e no Espírito Santo.

Neste último caso, a ajuda a Paulo Câmara (PSB-PE) e Renato Casagrande (PSB-ES) também se estenderia aos pré-candidatos ao governo em seus respectivos estados, Marcelo Freixo (PSB-RJ), Beto Albuquerque (PSB-RS) e Márcio França (PSB-SP), caso ele não seja o vice de Geraldo Alckmin.

O presidente da sigla, Carlos Siqueira, disse que Lula não terá direito a escolher o nome para compor a chapa, no caso desta condição.

O jornalista Guilherme Amado, do Metrópoles, afirmou que Lula teria dificuldades para aceitar essa última exigência, que não é uma “equação de simples resolução”.

Comente