Presidente Biden reconhecerá Guaidó como presidente legítimo da Venezuela

20/01/2021 0 Por Redação Urbs Magna

Indicado do democrata para assumir posto como o novo Secretário de Estado dos EUA afirma que o governo americano manterá posicionamento de não reconhecer a legitimidade de Nicolás Maduro e o resultado da postura implicará em abertura para que o autodeclarado novamente infle a opinião do povo venezuelano contra seu atual líder bolivariano

Apesar de a maioria dos membros da União Europeia não reconhecer o resultado das eleições de 6 de dezembro organizadas pelo chavismo, mas se inclinar, no mês passado, a não voltar a reconhecer Juan Guaidó como presidente interino, o presidente dos EUA, Joe Biden, reconhecerá o autroproclamado como o presidente legítimo da Venezuela, de acordo com fontes do novo Governo americano.

A UE pensou em dar a Guaidó o status de último líder da Assembleia Nacional legitimamente eleito bem como em reivindicar a realização de eleições livres, tendo previsto reconhecer a a posição em comunicado neste início de ano.

Contudo, a partir da posse do atual presidente nesta terça (20), a União Europeia aguarda os movimentos da Casa Branca com relação ao assunto. Mas, de acordo com publicação da Agência de Notícias Reuters nesta segunda (19), o governo do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, continuará a reconhecer o líder da oposição venezuelana como o presidente do país sul-americano.

A informação é do diplomata indicado de Biden para secretário de Estado, Anthony Blinken, em comunicação com membros do Senado americano.

Blinken afirmou que Biden buscaria “alvos mais eficazes” de sanções contra o país, que visam derrubar o presidente Nicolas Maduro através de assistência humanitária ao país.

Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.