Focando a economia, Itália não fez 40tena na hora certa e em 2 dias terá mais casos de ‘resfriadinho’ que a China

25/03/2020 0 Por Redação Urbs Magna

Et Urbs MagnaEntre 10 e 15 dias, o planeta terá mais de 1 milhão de infectados, por culpa de países onde a ação não é previsível. O Brasil é um deles. Até o momento da publicação desta matéria, o mundo já somava 467.890 casos de infecção por coronavírus. Quase meio milhão de pessoas, das quais 332.904 ainda estão ativamente resistindo com a doença, 113.802 foram curadas e, infelizmente 21.177 faleceram. Na Itália, a contabilização de novos casos é alarmante. De ontem para hoje, houve um crescimento de 5.210 casos em todo o país, em cujo intervalo de tempo 683 pacientes morreram.

Covid-19 / Bandeira e Mapa da Itália / Caixões são fabricados em tempo recorde / Jair Bolsonaro, presidente do Brasil

Somente após duas semanas de confinamento, os números da Itália começaram a baixar e, se não fosse a quarentena, o país estaria vivendo sua pior tragédia. Há exatamente um mês, a Itália registrava apenas 12 mortos e 445 infectados, quando seu governo tomou uma atitude e mudou a estratégia para proteger a economia.

No período seguinte a 25 de fevereiro, quando do registro dos dados supracitados, o primeiro-ministro Giuseppe Conte contestou as normas locais de fechamento de escolas, o que, segundo ele, “contribuía para gerar o caos”, exatamente como Bolsonaro disse ontem em seu discurso em cadeia nacional.

Na Itália, bares foram reabertos e seu público, assim como todo o povo italiano, acreditou em Conte. Conclusão: o primeiro-ministro ficou desesperado e tentou reverter a situação decretando quarentena obrigatória… mas era tarde demais.

A Itália é recordista de óbitos por covid-19, com 7.503 vidas perdidas. Em seguida vem Espanha com 3.445 óbitos, China com 3.281 óbitos. A China registrou 107 novos casos de segunda para terça e 46 de terça para esta quarta (25), ou seja, um total de 153 novos casos nos últimos dois dias.

Já a Itália, no mesmo período, os números foram respectivamente 5.249 e 5.210, totalizando 10.459 (pasme) nestes mesmos dois dias. Ou seja. Isso quer dizer que nos próximos dois dias a Itália terá superado a China em número de casos de COVID-19. E tudo porque, no começo, há um mês atrás, seu primeiro-ministro também pensava que era um ‘resfriadinho‘.

E o pior: de ontem para hoje, o mundo inteiro registrou 45.724 novos casos de covid-19. Há dois dias atrás, o registro era de 39.269 novos casos e há três dias o número de infectados subia para 42.991.

Isso quer dizer que não há praticamente variância e entre o final deste mês e o início de abril, a Terra terá mais de 1 milhão de infectados.

*Com informações de Agências

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é ET-URBS-MAGNA-LARANJA-um2-1024x1024.png
Telegram Receba nossas Newslleters gratuitamente. Acesse e siga NOSSO CANAL
Não tem o aplicativo? ACESSE AQUI e Saiba por que o TELEGRAM é 10 vezes melhor que o WHATSAPP
Acompanhe as publicações do ET URBS MAGNA no FACEBOOK (CURTA AQUI)




𝘊𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵𝘦 𝘤𝘰𝘮 𝘴𝘦𝘶 𝘍𝘢𝘤𝘦𝘣𝘰𝘰𝘬 𝘰𝘶 𝘶𝘵𝘪𝘭𝘪𝘻𝘦 𝘢 𝘰𝘶𝘵𝘳𝘢 𝘴𝘦çã𝘰 𝘮𝘢𝘯𝘵𝘪𝘥𝘢 𝘢𝘣𝘢𝘪𝘹𝘰. 𝘖𝘴 𝘤𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦 𝘳𝘦𝘴𝘱𝘰𝘯𝘴𝘢𝘣𝘪𝘭𝘪𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘥𝘦 𝘲𝘶𝘦𝘮 𝘰𝘴 𝘱𝘶𝘣𝘭𝘪𝘤𝘢 𝘦 𝘱𝘰𝘥𝘦𝘮 𝘯ã𝘰 𝘳𝘦𝘧𝘭𝘦𝘵𝘪𝘳 𝘢 𝘰𝘱𝘪𝘯𝘪ã𝘰 𝘥𝘰 𝘴𝘪𝘵𝘦. 𝘛𝘦𝘹𝘵𝘰𝘴 𝘷𝘶𝘭𝘨𝘢𝘳𝘦𝘴 𝘦 𝘥𝘪𝘴𝘤𝘶𝘳𝘴𝘰𝘴 𝘥𝘦 ó𝘥𝘪𝘰 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦𝘴𝘯𝘦𝘤𝘦𝘴𝘴á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘱𝘢𝘳𝘢 𝘢 𝘤𝘰𝘯𝘴𝘵𝘳𝘶çã𝘰 𝘥𝘦 𝘶𝘮𝘢 𝘴𝘰𝘤𝘪𝘦𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘤𝘪𝘷𝘪𝘭𝘪𝘻𝘢𝘥𝘢. 𝘕𝘦𝘴𝘵𝘦𝘴 𝘤𝘢𝘴𝘰𝘴, 𝘳𝘦𝘴𝘦𝘳𝘷𝘢𝘮𝘰-𝘯𝘰𝘴 𝘰 𝘥𝘪𝘳𝘦𝘪𝘵𝘰 𝘥𝘦 𝘣𝘢𝘯𝘪𝘳 𝘴𝘦𝘶𝘴 𝘱𝘦𝘳𝘧𝘪𝘴.
Anúncios