PF cumpre mandado de prisão de Zé Trovão, determinado por Moraes, e Bolsonaro vai ao “desespero”, diz Freixo

26/10/2021 0 Por Redação Urbs Magna
PF cumpre mandado de prisão de Zé Trovão, determinado por Moraes, e Bolsonaro vai ao “desespero”, diz Freixo

O deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ), o bolsonarista caminhoneiro Zé Trovão, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o ministro do STF, Alexandre de Moraes | Sobreposição de imagens


PROGRESSISTAS POR UM BRASIL SOBERANO

O bolsonarista estava foragido há dois meses por incitação à violência e a atos antidemocráticos nas manifestações de 7 de setembro Segundo o pessebista, o presidente “usou o sujeito e o abandonou na pista”

Polícia Federa emite nota sobre prisão de Zé Trovão: “A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira (26/10), em Joinville/SC, mandado de prisão preventiva expedido pelo Supremo Tribunal Federal nos autos do Inquérito 4879, que investiga atos antidemocráticos”.

O mandado de prisão em questão foi expedido em 1/9/2021, pelo ministro do STF Alexandre de Moraes. O preso se apresentou no início da tarde na Delegacia de Polícia Federal em Joinville e permanecerá à disposição da Justiça”, pontuam os responsáveis pelo órgão.

Após a prisão de Zé Trovão, o deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ) disse que Bolsonaro está em “desespero” porque “usou o sujeito e depois abandonou na pista“.

O bolsonarista caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes estava foragido há dois meses e sua prisão foi decretada pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes, no início de setembro, tendo como causa a incitação à violência e aos atos antidemocráticos nas manifestações do feriado do dia 7 daquele mês.

Trovão teria viajado do México para o Peru na semana passada com o objetivo de retornar para o Brasil. No último final de semana ele ficou escondido alguns dias com sua família, até se entregar nesta tarde e, ao fazê-lo, fez a seguinte declaração em vídeo [disponibilizado no final desta matéria]:

“Nesse 26 de outubro, eu me entreguei à Justiça brasileira, me apresentei à Justiça brasileira, porque, como diz o nosso hino, verás que um filho teu não foge à luta. E eu jamais iria abandonar o povo brasileiro”, afirmou.

Um seguidor de Marcelo Freixo respondeu que “o confinamento está ficando cada dia melhor“, referindo-se às prisões anteriores de outros personagens problemáticos para a democracia. “Já já receberão uma família de milicianos“, disse @HenryBarbosa.

Assista ao vídeo após os tuítes:

Comente