Partido de Bolsonaro quer cassar mandato de Glauber Braga. PSOL diz: “Não nos intimidarão!” VEJA A REPERCUSSÃO

04/07/2019 1 Por Redação Urbs Magna

Na noite da última terça-feira (2), o deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) falou pessoalmente a Sérgio Moro o que muitos brasileiros queriam dizer: “Você é um juiz ladrão!”

Isso aconteceu durante a visita do ministro da Justiça do governo Bolsonaro à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados para explicar as suas mensagens divulgadas pelo The Intercept Brasil em uma sequência de reportagens apelidada de #VazaJato.

A sessão teve de ser encerrada logo em sequência porque os parlamentares do partido do governo (PSL) e aliados tumultuaram o plenário após a colocação de Glauber Braga para Sérgio Moro. Nesta quarta (3) o PSL anunciou que entrará com uma representação na Comissão de Ética na Câmara dos Deputados pedindo a cassação do mandato do parlamentar do PSOL por uma suposta quebra de decoro durante a fala. Glauber também tem recebido diversas ameaças nas redes sociais por sua fala confrontando o ex-juiz da Operação Lava Jato.

O deputado do PSOL lançou na mesma tarde uma nota reafirmando que não retira uma palavra do que foi dito na audiência com Moro e que não aceitará tentativas de intimidação. Leia a nota na íntegra:

“Hoje pela manhã, grupos de extrema-direita começaram a espalhar notícias falsas depois do que eu disse ontem para o Moro. Ataques a minha família, mentiras sobre uma suposta evolução patrimonial ilegal, ameaças de me levar ao conselho de ética e de me processar. Não vão me intimidar! Reafirmo tudo o que eu disse: Sérgio Moro é um juiz LADRÃO! E faço um desafio: que quebrem o sigilo bancário, fiscal e telefônico meu e de Moro. Eu tenho certeza que eu ficarei de pé e ele cairá! Digo mais: se de maneira completamente indevida me levarem ao conselho de ética utilizarei todos os meios de prova, incluindo as oito testemunhas possíveis, para demonstrar naquele espaço que Sérgio Moro é um juiz que se corrompeu, um juiz LADRÃO!”

Glauber Braga – Deputado Federal


A solidariedade a Glauber Braga tomou as redes sociais depois do anúncio de perseguição do partido do governo:

𝘊𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵𝘦 𝘤𝘰𝘮 𝘴𝘦𝘶 𝘍𝘢𝘤𝘦𝘣𝘰𝘰𝘬 𝘰𝘶 𝘶𝘵𝘪𝘭𝘪𝘻𝘦 𝘢 𝘰𝘶𝘵𝘳𝘢 𝘴𝘦çã𝘰 𝘮𝘢𝘯𝘵𝘪𝘥𝘢 𝘢𝘣𝘢𝘪𝘹𝘰. 𝘖𝘴 𝘤𝘰𝘮𝘦𝘯𝘵á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦 𝘳𝘦𝘴𝘱𝘰𝘯𝘴𝘢𝘣𝘪𝘭𝘪𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘥𝘦 𝘲𝘶𝘦𝘮 𝘰𝘴 𝘱𝘶𝘣𝘭𝘪𝘤𝘢 𝘦 𝘱𝘰𝘥𝘦𝘮 𝘯ã𝘰 𝘳𝘦𝘧𝘭𝘦𝘵𝘪𝘳 𝘢 𝘰𝘱𝘪𝘯𝘪ã𝘰 𝘥𝘰 𝘴𝘪𝘵𝘦. 𝘛𝘦𝘹𝘵𝘰𝘴 𝘷𝘶𝘭𝘨𝘢𝘳𝘦𝘴 𝘦 𝘥𝘪𝘴𝘤𝘶𝘳𝘴𝘰𝘴 𝘥𝘦 ó𝘥𝘪𝘰 𝘴ã𝘰 𝘥𝘦𝘴𝘯𝘦𝘤𝘦𝘴𝘴á𝘳𝘪𝘰𝘴 𝘱𝘢𝘳𝘢 𝘢 𝘤𝘰𝘯𝘴𝘵𝘳𝘶çã𝘰 𝘥𝘦 𝘶𝘮𝘢 𝘴𝘰𝘤𝘪𝘦𝘥𝘢𝘥𝘦 𝘤𝘪𝘷𝘪𝘭𝘪𝘻𝘢𝘥𝘢. 𝘕𝘦𝘴𝘵𝘦𝘴 𝘤𝘢𝘴𝘰𝘴, 𝘳𝘦𝘴𝘦𝘳𝘷𝘢𝘮𝘰-𝘯𝘰𝘴 𝘰 𝘥𝘪𝘳𝘦𝘪𝘵𝘰 𝘥𝘦 𝘣𝘢𝘯𝘪𝘳 𝘴𝘦𝘶𝘴 𝘱𝘦𝘳𝘧𝘪𝘴.
Anúncios