OMS conserta mal-entendido sobre assintomáticos, mas Bolsonaro já quer reabrir tudo

09/06/2020 0 Por Redação Urbs Magna

Et Urbs Manga -A OMS (Organização Mundial da Saúde) surge com novo discurso, após polêmicas em todo o mundo, e afirma: “transmissão por casos assintomáticos está ocorrendo, a questão é saber quanto“.

Junte-se a 37.318 outros assinantes

“Estamos absolutamente convencidos de que a transmissão por casos assintomáticos está ocorrendo, a questão é saber quanto”

Michael Ryan
Diretor de emergências da OMS

A fala anterior sobre a transmissão parecer ser rara, considerada ‘infeliz’ em várias partes do mundo, foi feita pela chefe do programa de emergências da Organização, Maria van Kerkhove, nesta segunda (8).

“Há um subconjunto de pessoas que não desenvolvem sintomas”, explicou Ryan acrescentando que “entre 6% e 41% da população podem estar com o vírus, mas não apresentar os sintomas“.

“Acho que é um mal-entendido afirmar que uma transmissão assintomática globalmente é muito rara, sendo que eu estava me referindo a um subconjunto de estudos. Também me referi a alguns dados que ainda não foram publicados, e essas são as informações que recebemos de nossos Estados-Membros”


Michael Ryan
Diretor de emergências da OMS

Diante da declaração equivocada da técnica da OMS, o presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (9) que a transmissão do Covid-19 por assintomáticos pode ser “zero ou quase zero” e que isso “pode sinalizar uma abertura mais rápida do comércio“.

“Com toda certeza isso pode sinalizar uma abertura mais rápida do comércio e a extinção daquelas medidas restritivas adotadas, segundo decisão do STF, adotadas por governadores e prefeitos.”


Jair Bolsonaro
Presidente do Brasil
Comente com o Face ou utilize a outra seção abaixo. Os comentários são de responsabilidade do autor e não têm vínculo com a publicação. Mantenha um bom nível de discussão, do contrário reservamo-nos o direito de banir seus perfis.