No Chile, direita, centro e esquerda se unem em repúdio ao ataque de Bolsonaro contra Bachelet



Jair Bolsonaro

ataque feito por Jair Bolsonaro à ex-presidente chilena e Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, e à memória de seu pai, o brigadeiro Alberto Bachelet, morto após ter sido torturado por agentes da ditadura de Augusto Pinochet, uniu parlamentares de direita, do centro e da esquerda na condenação as declarações feitas pelo atual ocupante do Palácio do Planalto. 



Issa Kort

São lamentáveis as declarações de Bolsonaro. Ele usa a figura de Bachelet para assuntos de política interna do Brasil. As batalhas se ganham com ideias, não com acusações desse tipo. Uma liderança política séria e responsável deve ter argumentos e não fazer ataques” afirmou deputado Issa Kort, da União Democrática Independente (UDI), extrema direita ao jornal O Globo

Conhecemos a História de nosso país e devemos aprender dela, mas não permitir que outros países usem nossa História para seus fins políticos. Nunca usamos a História do Brasil para fins de política interna e não podemos aceitar que Bolsonaro o faça. O que aconteceu no Chile fica no Chile e se resolve no Chile“, completou.

José Miguel Insulza

O senador e ex-secretário geral da Organização de Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, do Partido Socialista, que faz oposição ao presidente Sebastian Piñera pediu que o governo chileno se pronuncie sobreo caso. “O senhor Bolsonaro demonstrou uma capacidade de insultar as pessoas absolutamente impressionante“, postou no Twitter.

Resultado de imagem para Juan Gabriel Valdé
Juan Gabriel Valdés

O ex-embaixador do chileno na Argentina e em Washington, Juan Gabriel Valdés, afirmou que  “a menção ao pai de Michelle Bachelet é miserável. Espero que o governo do Chile proteste diante de insultos que afetam nosso país”. 


Comente

1 comentário em “No Chile, direita, centro e esquerda se unem em repúdio ao ataque de Bolsonaro contra Bachelet”

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.