“Não vou fazer o que erramos no governo” Bolsonaro, diz Tarcísio de Freitas, que quer falar com Lula

“É fundamental ter uma conversa com o governo federal. Obviamente, quando for chamado, depois da posse, vou lá sem problema nenhum . E quando entender que preciso recorrer a ele, também”, afirmou Tarcísio sobre o novo Governo Lula.

Não vou fazer o que erramos no governo federal de tensionar com Poderes. Vamos conversar com ministros do STF“, afirmou o governador eleito em São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), que também pretende abrir um canal de diálogo com o novo Governo Lula. “O Brasil está muito tenso e dividido. Precisa pacificar“, disse.

Eu nunca fui bolsonarista raiz“, afirmou em outro trecho de uma entrevista à CNN Brasil. “Nunca fui político. Não tenho paixão pelo cargo. Eu fico assustado porque as pessoas me param na rua para tirar, dizem que votaram em mim, pedem que eu não as decepcione. O Brasil está muito tenso e dividido. Precisa pacificar“.

“Eu quero que São Paulo cresça. Que na educação haja resultados para jovens e crianças. Melhorar o Ideb. Que os jovens possam ter ensino técnico profissionalizante. Eu não vou estar imerso em guerra ideológica. Meu foco é atrair emprego, concluir projetos de infraestrutura.”

“Minha definição de sucesso de governo é diminuir drasticamente o número de pessoas morando nas ruas, drasticamente as que esperam para realizar cirurgias eletivas, aumentar obras do metrô, fazer o trem intracidades, a travessia seca entre Santos e Guarujá, trazer empresas. É por aí“.

“É fundamental ter uma conversa com o governo federal. Obviamente, quando for chamado, depois da posse, vou lá sem problema nenhum . E quando entender que preciso recorrer a ele, também”, afirmou Tarcísio sobre o novo Governo Lula.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.