“Não deveria ter sido parido, satanás do inferno”, diz mulher em ameaça de morte à Erika Hilton

A vereadora de São Paulo Erika Hilton é fotografada no plenário da Câmara Municipal da capital paulista – Rafa Canoba/Divulgação

“Estou com medo”, disse a vereadora sobre ataques por e-mail de mulher que promete tocar fogo no corpo e na casa da camarista

Vereadora Erika Hilton (PSOL-SP) é ameaçada de morte por e-mail, por mulher que ainda não teve sua identidade confirmada, que lhe disse: “Você nunca deveria nem ter sido parido de sua mãe“. Na mensagem, mulher chamou Erika de “satanás do inferno” e “traveco” e prometeu degolar a parlamentar e atear fogo em sua residência e em seu corpo.

O caso foi registrado junto ao 1º Distrito Policial da Polícia Civil na capital. “Estou me sentindo extremamente agredida, ofendida, ameaçada e com medo“, relatou a parlamentar em boletim de ocorrência, segundo Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo.

Erika é a primeira mulher transgênero a ocupar uma cadeira na Câmara Municipal de São Paulo e tem sido alvo de ameaças de morte ou de transfobia, desde então. Agora, devido ao teor da mensagem, seu gabinete terá segurança reforçada e a camarista também terá um carro oficial com segurança.

No Twitter, o PSOL disse que ameaças “não vão nos intimidar“: “Toda solidariedade a Erika Hilton após esta nova ameaça”.

Comente

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.